Coordenadoria Municipal de Defesa Civil será criada em Guajará-Mirim


“Esta será a maior cheia registrada nos últimos 50 anos”, afirma o coronel José Pimentel, coordenador da Defesa Civil de Porto Velho.

O nível do Rio Madeira atingiu nesta quinta-feira (6), a cota de 16,28 metros, bem próximo ao nível de transbordamento, que é de 16,40 metros. Se continuar neste rítmo, a situação deverá se agravar, já que o nível do rio está subindo, em média, 17 centímetros por dia. Na quinta-feira (5), a cota estava em 16,15 metros.

A preocupação com um provável sinistro de enchente no município de Guajará-Mirim durante este ano, fez com que o Prefeito Dúlcio Mendes (PT) reunisse em seu gabinete, várias autoridades com o objetivo de constituir uma Coordenação Municipal de Defesa Civil em Guajará-Mirim.

O que mais preocupa o Prefeito Dúlcio Mendes são os dados apresentados pelo Modelo de Previsão do Nível do Rio Madeira, em análise de informações de sensores satelizais e dados da "Rede hidrométrica para registro dos níveis, vazão, chuvas e qualidade das águas dos rios".

De acordo com os dados apresentados, "As cheias são consequência direta do escoamento das chuvas que também se apresentaram acima da média histórica na bacia do Rio Madre de Díos (Peru) e Mamoré (Bolívia)".

Segundo as previsões climáticas produzidas pelo SIPAM, o trimestre janeiro/fevereiro/março trará chuvas acima da média em Rondônia e noroeste e norte de Mato Grosso, impactando diretamente a bacia do Rio Madeira. Essas anomalias já vêm ocorrendo há seis meses e permanecerão acima da média de chuvas para a região dos rios bolivianos Beni e Mamoré até o fim de janeiro.

Em virtude de tudo isso, será criada em breve a Coordenação Municipal de Defesa Civil (COMDEC), que inicialmente estará subordinada à Secretaria Municipal de Administração.


A coordenação será um órgão que planejará ações para prevenir e minimizar os efeitos dos desastres, sejam eles naturais ou provocados pelo homem. Quando ocorre uma calamidade, seu trabalho é assistir a população atingida.

Para apoiar as ações de Defesa Civil, serão criados os Núcleos de Defesa Civil, os NUDECS, que são pessoas voluntárias capacitadas pela Defesa Civil, para atuarem de forma integrada com o órgão, como agentes multiplicadores.

Mas ainda é preciso indicar nomes para compor a coordenação, isso antes de uma conferência que deve ocorrer em março.

Também será criado o Conselho Municipal de Defesa Civil (CONSDEC), que é presidido pelo coordenador geral da Defesa Civil, representantes de Secretarias e órgãos da administração pública  direta e indireta, que tem por finalidade prever e preparar as ações a serem desencadeadas nos atendimentos de emergências, conforme as normas estabelecidas pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil.

Com estas criações, e a regulamentação da legislação no município, o Governo Federal disponibilizará recursos para o município mediante projetos apresentados pela COMDEC, que vai da construção de bueiros a construção de casas.

O servidor Pedro de Oliveira esteve recentemente em Porto Velho participando de uma importante reunião com representantes da Defesa Civil do Estado e trouxe a ideia de implantar uma coordenação em Guajará-Mirim, tendo em vista que as Usinas de Santo Antônio e Jirau já alertaram o estado para uma provável enchente em Rondônia.

Missão

Prevenir e minimizar danos, socorrer e assistir populações atingidas, reabilitar e recuperar áreas deterioradas por desastres.

Visão

Atender à população em curto espaço de tempo, com eficiência, eficácia e efetividade.
Valores

A Defesa Civil está compromissada em calcar as suas atividades no bem estar comum da população em obediência aos ditames éticos e religiosos.

"Defesa Civil somos todos nós"

Participaram da reunião, Walmir Antônio Pereira do Rosário presidente da União Municipal de Moradores de Guajará-Mirim, Orivaldo Rodrigues Chaves presidente da associação de moradores do bairro são José, o padre Genivaldo Ubinge representando a Diocese, José Firmo Filho representante do Rotary Club, Didimo Graciliano de Oliveira secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Tenete Hipolinário Chaves representando o 6º.BPM da Polícia Militar, Suzana Cury Secretária Executiva Regional, Leonel Durãens Ferreira chefe de gabinete, Nivaldo de Azevedo comandante da corporação de bombeiros de Guajará-Mirim, Francisco Sanchez Mendonça Secretária Municipal de Administração, Sâmia Gonçalves Melgar Secretária Municipal de Educação, Douglas Dagoberto representante da loja maçônica Pedro Michael Struthos, Dr. Dayan Cavalcante representante da loja maçônica fé e confiança, e o prefeito Dúlcio Mendes.

Fonte: Assessoria.



http://www.omamore.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2014/03/Netinho.jpg

Acompanhe os comentários deste artigos através do Feed RSS

7 Comentários


  1. “ANOMALIA”TERMO INAPROPRIADO,VISTO QUE SE TRATA APENAS DE FENÓMENO NATURAL,QUE DIGA-SE DE PASSAGEM,JA ACONTECE BEM ANTES DA DESCOBERTA DE SE FAZER NECESSIDADE DE “CÓRCORAS”.E O NOSSO GESTOR,SE POSTANDO DE DESINFORMADO.


  2. Os comentários ainda que critica, não deveriam ser simplesmente pela critica, mas sim construtiva uma vez em que como moradores dessa cidade, temos que somar e não subtrair, multiplicar e não dividir, critica pela critica é fácil, mostremos que se pode fazer mais que criticar e não ser só cabeção, mas sim uma mente grande. Parabéns pela iniciativa preventiva prefeito, é isso que deve fazer um administrador antever e prever as situações que seja do interesse comum. Fé e ação, realização.


  3. kkkk porque critica se a nossa cidade esta toda emburacadakkk!!


  4. Quem é esse REGINALDO MELO?so pode ser alguns dos agregados ou cargo que o prefeito deu para ele ,ou então estar totalmente desinformado,pois isto trata-se é de mais uma tentativa de desvio de verbas do governo federal!Agora eu pergunto do SR reginaldo “desde quando o esses prefeitos corruptos se preocuparam com a população”?acorda reginaldo!!ler a matéria e entenda para depois tirar sua conclusão!Tenho quase certeza que você nem nascido em guajara-mirim voce é,pois se fosse entenderia o problema que nossa população vem passando,E saberia que esses corruptos so se preocupam com a familia deles e com as contas bancarias sempre gordas no banco.JA SE ESQUECERAM DO DESVIO DAS VERBAS DO ACRECHE MUNICIPAL DO BAIRRO FATIMA?POIS FOI ESSES CORRUPTOS QUE APROVARAM O ACRÉSCIMO DE MAIS 300.000,00 NO ORÇAMENTO !


  5. Os moradores Ribeirinhos, os pescadores e outras pessoas com bastante conhecimento da região, sabe que esse ciclo de enchentes e praticamente previsível, visto que praticamente a cada 4 anos se repete as grandes cheias. Ainda temos até começo de Abril com chuvas na região.


  6. Se pintar de ouro Guajará mirim, ainda estarão criticando, o problema de guajara, Ja não me parece ser da prefeitura e sim cultural, uma vez que sempre tem uns que criticam qualquer atitude positiva ou ate mesmo tentam se opor a qualquer acao… Parem de criticar e tentem ajudar a cidade a crescer… Provavelmente o cabeção não paga seu IPTU, mas criticar ele sabe…..sera que limpa seus terrenos? Olha eu não to nem ai para o prefeito, oque eu quero e minha cidade melhor… E te garanto que eu limpo na frente da minha casa, dentre outras coisas….


  7. Sou cidadão guajaramirense por adoção, iniciativas visando o bem estar de nossa população deve ser recebidas com otimismo, vamos somar, o cidadão “Cabeção”, em seu comentário improprio para o momento, está convidado para sair da retórica para a ação. venha junte-se a nós que amamos esta cidade, terça feira próxima as 13 horas na sede da Prefeitura, será realizada a segunda reunião.

Escrever um comentário

Seu email não será divulgado. Itens marcados são obrigatórios *

*
*