Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 20 de julho de 2019

Suframa finaliza visita em Rondônia com foco em atração de investimentos e expansão do comércio

A visita faz parte de um esforço para recuperar o protagonismo do órgão.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


Terminou nesta quarta-feira (18) a visita da comitiva da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) em Rondônia. Organizada pela Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), a visita teve como foco o resgate do protagonismo da Suframa na região Norte, tema que norteou uma reunião realizada com órgãos ligados ao desenvolvimento regional no Palácio Rio Madeira.

Reunião contou com representantes da Sedi, Suframa, Sepog, Casa Civil, Sefin, governadoria, DER, Soph, conselheiros do Conder, Fiero, Fecomércio, empresários locais, Arom, Facer, Faperon, Profaz, Associação dos Jovens Empreendedores, Banco do Brasil, Basa, Caixa Econômica, dentre outros.
O superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Alfredo Menezes, abriu a reunião fazendo um retrospecto do que era a Suframa nos anos anteriores, em que a atuação no desenvolvimento regional era pequena. “Perdemos nosso papel de catalisador e fomentador do desenvolvimento regional a partir de 2002, quando o governo federal resolveu contingenciar todos os recursos da Suframa e trocar por emendas parlamentares”, ressalta Alfredo.
A visita faz parte de um esforço para recuperar o protagonismo do órgão. Segundo Alfredo, o presidente Jair Bolsonaro deu autonomia administrativa para que ele monte uma equipe que olhe para toda a região, e não apenas para o Amazonas, e que há uma expectativa de descontingenciamento dos recursos depois da reforma da previdência, o que iria beneficiar toda a região.

Na terça-feira (17), a Suframa visitou a Área de Livre Comércio (ALC) de Guajará-Mirim, em que empresas, ali instaladas, podem usufruir de incentivos tributários. Na reunião, foram levantadas problemáticas relacionadas à ALC, como cadastramento ilegal, empresas de fachadas e fraudes, que agora estão se adaptando para atender corretamente a legislação.

A Federação do Comércio de Rondônia demonstrou interesse com outra área de atuação da Suframa, o fomento ao turismo. Alfredo pediu para que os órgãos responsáveis apresentem projetos. “O sucesso é quando o preparo encontra a oportunidade”, ressaltou ao demonstrar confiança na capacidade técnica do governo de Rondônia.

Com a finalização da visita, a equipe da Suframa pôde perceber a aptidão de Rondônia para ser o centro do Brasil. “Rondônia é estratégico. Tudo é ponto de passagem por aqui. Temos que olhar para essa região. Vejo o estado com potencial enorme”, disse Alfredo, pedindo apoio dos órgãos estaduais para trabalhar junto com a Suframa.
Um dos órgãos que serão mais beneficiados com essa aproximação é o Departamento de Estradas, Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER). “Há oportunidade de investimentos nos nossos aeroportos, vias hidroviárias, recuperação da malha rodoviária e vários outros pontos”, ressaltou o diretor geral, Erasmo Meireles, que aproveitou para apontar alguns avanços da área, como o alfandegamento do aeroporto de Porto Velho, que está em fase de conclusão.

“Trazer a Suframa para Rondônia foi essencial para colocar o estado no foco do desenvolvimento nacional. Nós temos potencialidades enormes, como demonstrada durante toda essa visita, e perceber que o governo federal está buscando uma integração maior anima não só a Sedi, mas todos que querem ver Rondônia se desenvolver”, finalizou o Superintendente da Sedi, Sérgio Gonçalves.

Os próximos passos dessa aproximação com a Suframa envolve a criação de projetos e também dar maturidade aos pleitos ligados ao desenvolvimento regional, através da Sedi e outros órgãos do governo estadual.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: