Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 23 de maio de 2019

Fugitivo da Justiça é preso por policiais militares

Ele e o veículo foram entregues ao comissário de plantão, que posteriormente foi encaminhado ao presídio.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE



Os policiais da 3ª CIA da Polícia Militar e do Núcleo de Inteligência (N.I.), do 6º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira, realizavam um serviço na BR Engenheiro Isaac Bennesby (antiga BR-425), quando depararam com um veículo e o condutor logo foi reconhecido pelos policiais, na abordagem constataram mandado de prisão em desfavor do mesmo, nesta quarta-feira, 22, no período da manhã nas proximidades da Ponte do Araras, zona rural do município de Nova Mamoré-RO.
Waldir da Silva Martins, vulgo "Negão", estava com mandado de prisão em aberto e foi cumprido por policiais da 3ª CIA e N.I do 6º BPM
O veículo seguia sentido município de Nova Mamoré/Guajará-Mirim, quando foi abordado pelos policiais. O motorista, Waldir da Silva Martins, de 39 anos, vulgo "Negão", residente no bairro Caetano, município de Guajará-Mirim-RO, foi reconhecido pelos policiais. Devido à falta de disponibilidade de internet na rodovia, o motorista e passageiro foram conduzidos até a Unidade Integrada de Segurança Pública – UNISP, no município de Nova Mamoré, onde foi constato, em pesquisa, um mandado de prisão da Justiça Estadual de Rondônia em desfavor de Waldir. Ele e o veículo foram entregues ao comissário de plantão, que posteriormente foi encaminhado ao presídio.

Reprodução da matéria sobre o fato, em  05 de setembro de 2012:
A Polícia Federal em Ji-Paraná realizou hoje operação policial para desarticular organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas na região. Na operação, denominada Rio Machado, e que abrange os Estados de Rondônia e Maranhão, foram expedidos 12 (doze) mandados de prisão preventiva e 6 (seis) mandados de busca domiciliar pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Ji-Paraná, após parecer favorável do Ministério Público do Estado de Rondônia.

Foram apreendidos 05 veículos, entre carros de luxo e caminhões, embarcações, duas balanças de precisão normalmente utilizadas para embalar drogas, uma arma de fogo e pequena quantidade de crack e maconha.

Os mandados de prisão cumpridos são de Sonia Domingos da Silva, Moises Duarte de Queiroz, vulgo “Mustafá”, Delcirene Lima da Silva, esposa de “Mustafá”, Waldir da Silva Martins, vulgo “Negão”, Juliano Gregório da Silveira, Marcio Alves de Freitas e Osiel dos Santos de Paula, Jhonne Rosa Pacheco, Eber Marciel Evangelista, Fabio Adão de Lucena e Adalberto Oliveira De Souza. O único investigado ainda não capturado é Cláudio Rodrigues Facchiano, 43 anos, apontado como líder da organização criminosa e atualmente foragido da Justiça.

Em dezembro de 2008, Claudio Rodrigues Facchiano foi preso pela Polícia Federal por tráfico de drogas após apreensão de 65 kg de cocaína. Em 2010, o investigado obteve transferência do cumprimento de sua execução penal para o Estado do Piauí, onde estaria cumprindo sua pena. Porém, novas investigações iniciadas em fevereiro deste ano, e que resultaram na apreensão de cerca de 200 kg de cocaína ao longo dos últimos meses, levaram novamente a Polícia Federal até Cláudio Facchiano, atuando livremente em Ji-Paraná, e aos demais integrantes de sua organização criminosa.

A operação Rio Machado contou com a participação de 50 policiais federais de todo o Estado de Rondônia e São Luís/MA, que, apesar da greve nacional da categoria, deram cumprimento às ordens judiciais que interrompem assim as operações de tráfico de uma das mais abrangentes organizações criminosas instaladas atualmente no Estado de Rondônia.
Fonte: Comando 190
Fonte: O MAMORÉ

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: