Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 27 de abril de 2019

Polícia Civil desarticula organização criminosa envolvida em receptação de veículos roubados

Policiais civis aguardaram por horas até a chegada dos veículos roubados, prendendo os envolvidos com o crime de receptação. Os demais envolvidos cabe investigação. Um comerciante fugiu do flagrante.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


Até o momento foram presos quatros homens, sob acusação de envolvimento com receptação de veículos roubados no município de Guajará-Mirim/RO, durante a ação de policiais civis lotados no Serviço de Investigação e Captura (Sevic), nesta sexta-feira, 26, após realizar campana e flagrar a ação criminosa. Ainda três homens e uma mulher foram conduzidos a prestar esclarecimentos.

Após realizar campana, policiais do Sevic desarticularam organização criminosa e recuperaram dois veículos roubados na Capital do Estado
A reportagem do jornal e site O Mamoré publicou na última quinta-feira,  teve acesso a um vídeo filmado por receptadores de veículos roubados as margens do Rio Mamoré, na estrada do Matadouro, zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, a divulgação mostrou a tranquilidade dos envolvidos durante ação delita. No mesmo local, agentes do Sevic estavam a cerca de três dias de campana, aguardando a ação delituosa, que veio a ocorrer no início da tarde desta sexta-feira, quando ouviram uma embarcação (tipo chata), de 10 metros, atrancando as margens do rio. Os policiais permaneceram escondidos com distância aproximada de 60 metros da margem, notando que cinco homens estavam na embarcação e colocaram pranchas para facilitar a entrada de veículo na chata, enquanto aguardavam a chegada de um ou mais veículos roubados, ouviram que os homens de nacionalidade boliviana reclamavam da demora. Após algum tempo, dois veículos em alta velocidade chegaram em direção ao porto clandestino. O condutor da caminhonete modelo S10, de cor branca, placa BEV 5754, de Porto Velho/RO, ao tentar passar pelas pranchas errou a distância e acabou atolando o veículo. Logo atrás o carro Saveiro Cross, de cor branca, placa QTE 0980, os motorista deram marcha ré para retirar os veículos, mesmo sendo em quatro policiais civis deram voz de parada para os setes indíviduos. Recebidos com disparos de arma de fogo, ainda assim, os dois motorista foram contidos e um boliviano, os demais conseguiram fugir embrenhados na mata e outros se atiraram no rio. Hudson Martins Soares, de 25 anos, residente no município de Guajará-Mirim informou aos policiais que foi contratado por uma pessoa conhecida, em seu estabelecimento comercial e ganharia a quantia a quantia de R$ 300,00 para retirar o veículo S10 de uma residência localizada na Avenida Dr. Lerwerger, bairro Jardim Esmeralda, onde os veículos estavam guardados, mantendo contato durante todo o planejado com o comerciante. O condutor do carro Saveiro, Adailson Mendes Nascimento, residente no bairro Nossa Senhora de Fátima, também confirmou a versão de Hudson e apontando o mesmo comerciante como a pessoa que negociou o transporte do veículo do bairro Jardim até aquele porto clandestino. Ambos os presos informaram aos policiais que o comerciante fez todo o trajeto que deveria ser seguido com os mesmos, inclusive até as margens do rio e ambos trabalhavam com o mesmo. O comerciante já responde a outra acusação de receptação.
O boliviano Lernardo Vaca Ramallo, de 28 anos, residente em Guayaramerin/Bolívia, foi preso juntamente com a embarcação usada para transportar veículos roubados.
Embarcação (chata) que seria usada para transportar os veículos
Fernando Gomes Bezerra, de 31 anos, proprietário da residência onde os veículos foram escondidos minutos antes a recuperação dos mesmos, foi preso. Em sua casa, embaixo da cama foi encontrado o step do Saveiro.
Os proprietários dos veículos, residentes em Porto Velho, foram informados da recuperação realizada pela Polícia Civil de Guajará-Mirim
Os três brasileiros confessaram a participação no crime de receptação, sendo autuados em flagrante. Bem como o boliviano também foi flagranteado. Todos foram encaminhados ao presídio masculino de Guajará-Mirim. A mulher do proprietário da residência prestou esclarecimentos a autoridade policial e foi liberada.
O proprietário do comércio, apontado como o responsável pela logística dos veículos roubados em Guajará-Mirim, não foi encontrado no comércio.

Mais envolvidos
Enquanto ocorria o registro do Boletim de Ocorrência, um boliviano foi abordado quando estava a caminho do Porto Oficial, segundo policiais militares, a pessoa que o conduzia em um veículo particular disse que fora contratado pela quantia de R$ 10,00 para deixá-lo no porto. Luiz F. P. Monteiro teve seu aparelho celular apreendido e após depoimento foi liberado.
Um táxi foi abordado na BR Engenheiro Isaac Bennesby, no perímetro urbano do município de Nova Mamoré/RO. Os policiais militares depararam com dois passageiros bastantes nervosos, após controversas a dupla confessou que teria conduzido veículos roubados de Porto Velho até o município de Guajará-Mirim. Cidio M. O. e Valdir S. O. Jr., foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Guajará-Mirim, quando Valdir alegou que teria consumido grande quantida de cocaína e estava passando mal, sendo atendido no Hospital Regional. Cido e Valdir confessaram que cada um ganharia R$ 1.000,00 para conduzir o veículo S10 e Saveiro Cross para o município, e no momento da abordagem estavam retornando para Porto Velho. Como a dupla não foi abordada em flagrante, de posse dos veículos, foram liberados. Cidio não aceitou que seu aparelho celular fosse vistoriado, já Valdir permitiu a analise no seu aparelho celular.
Fonte: O MAMORÉ

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: