Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 26 de abril de 2019

Coluna Almanaque: SOBRE O PODER DA CRÍTICA

Por Fábio Marques
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


Por Fábio Marques
Passado dois anos deste desgoverno municipal, não é novidade mais para ninguém o inferno astral pelo qual está passando a cidade com efeitos danosos para todos os cidadãos por conta do descaso do Poder Executivo com a coisa pública. Nenhum projeto de governo. Nenhum plano de mudanças. Guajará-Mirim está entregue à própria sorte. A Cidade Pérola está morta, faltando apenas sepultar.
Duvidam? Então vamos fazer um teste: perguntem a dez pessoas que foram “atendidas” no Hospital Regional o que acharam do serviço. Faltam remédios? Faltam aparelhos? Falta material básico hospitalar? Falta gerência? E, em especial, falta saúde? Façam este teste e vão acreditar.
Os bairros estão com suas ruas todas cheias de crateras que tem causado acidentes aos motoristas, ciclistas e pedestres. As calçadas tomadas pelo matagal. A população que paga seus impostos com parcos recursos nada recebe de retorno em forma de saúde, educação, limpeza urbana, iluminação pública, capina nos bairros e nas vias de acesso ao trânsito.
Algumas pessoas reclamam de meus escritos dizendo que só critico e denuncio sem nunca elogiar. Gostaria de deixar claro que não cabe a mim provocar esta administração com críticas e denúncias de desmandos e falta de eficiência. Meu ofício é apenas jornalístico. A denúncia legal cabe ao MP, se assim este estamento burocrático julgar que aquilo que se questiona em todos os lugares da cidade são cabíveis.
Também gostaria de dizer que tenho minha consciência tranqüila e serena ao exercer minha cidadania e minha indignação ao ser obrigado a mostrar os desmandos, os escândalos e os descalabros que tomaram de conta da prefeitura de Guajará-Mirim. Tenho absoluta certeza de que estou prestando relevantes serviços à cidade, pois se não fosse graças a esta liberdade que me é dada, nada do que se relata aqui viria à tona e a população jamais saberia da desordem e da falta de ajustes que ocorrem na coisa pública e que hoje atingem tal clímax que está levando toda a cidade ao caos.
Por isso meus amigos, vou continuar meu trabalho. Estou na imprensa há quase vinte anos com um jeito diferente de fazer imprensa. Eu me exponho. Eu tenho lado. Eu não faço cálculo de quanto vou ganhar ou perder por estar falando a verdade. Sou um homem livre. Sei ganhar e sei perder. Só não perco é a vergonha na cara e muito menos minha liberdade. E muito me orgulho de jamais ter feito negócios ou jogos de chantagem política com quer que seja.
##########
Participo de forma não muito ativa de dois grupos de debates no Whats app. Nestes grupos opinam gente de todos os extratos e sotaques, gente de cultura e gente ignorante. Tem uns que quando palpitam sobre qualquer coisa, dá vontade de puxar a descarga. E outros que possuem senso crítico e sabem das coisas. Com respostas afiadas e baseadas na intuição analítica, às vezes ofensivas, mas sempre dentro do contexto, estes se sobressaem com elegância aos ignóbeis e imbecis. Estão de parabéns. Quanto aos incultos e ignóbeis, tem todo o direito de opinar, inclusive de agredir e atacar a honra e a moral das pessoas. Mas que pelo menos procurem escrever de forma correta ou utilizem o corretor de ortografia sob pena de serem autuados em flagrante delito por tentativa de assassinar a linguagem pátria.
Apoio Cultural: Bolívar Shoes

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: