Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 23 de março de 2019

Após desentendimento jovem é assassinado com um tiro na cabeça

Um jovem de 24 anos foi assassinado com um tiro na cabeça, após desentendimento por conta da denúncia a Central da Polícia Militar de perturbação ao sossego público.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


Um jovem de 24 anos foi assassinado com um tiro na cabeça, após desentendimento por conta da denúncia a Central da Polícia Militar de perturbação ao sossego público, com som alto, na noite deste sábado, 23, no bairro Nossa Senhora de Fátima, município de Guajará-Mirim/RO. O acusado e seu comparsa estão foragidos.
  
Por um desentendimento
Conforme relatos colhidos por policiais militares, uma ligação a Central da PM informou que o barulho de som alto estaria incomodando a vizinhança na Avenida Novo Sertão. Uma guarnição foi até o local e pediu para Romário Sales dos Santos baixar o som, pois estava incomodando o vizinho que os acionou. As duas residências estariam com o som alto ligado e as pessoas ingeriam bebida alcoólica. Testemunhas afirmam que Romário foi até a casa ao lado tomar satisfação com o vizinho a casa de sua namorada, Wanderlei Cortez Martins Júnior, de 25 anos, vulgo “Zé”, não gostou do que ouviu e passou a discutir com o jovem Romário. Wanderlei ao sair falou em tom ameaçador com seu desafeto, logo retornando com uma arma de fogo. Novamente iniciou uma discussão, o irmão de Romário tentou interferir na discussão e acabou levando um soco, sendo agarrado pelo colega de Wanderlei, que sacou a arma de fogo e disparou na direção de Romário, atingido sua face. 
Vítima foi encontrada caída ao solo sem vida pelos bombeiros e policiais militares
Após o disparo Wanderlei e seu comparsa Elton L., de idade não divulgada, fugiram. Bombeiros foram acionados, mas a vítima já não apresentava os sinais vitais, enquanto isso policiais militares obtinham informações do fato. Até o fechamento desta matéria, policiais militares e policiais civis realizavam buscas na tentativa de localizar os dois acusados do homicídio. Residências de familiares e amigos foram os primeiros locais procurados pelos policiais. Qualquer informação que possa levar a prisão dos acusados pode ser repassada para a PM (190) e Polícia Civil (3541-2424).
Fonte: O MAMORÉ

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: