Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 3 de março de 2019

Após desentendimento homem mata agricultor com um disparo

O acusado foi preso por policiais civis e militares.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


O assassinato de um agricultor, de 61 anos, na Reserva Extrativista do Rio Ouro Preto, km 50, Ramal Bananal, zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, teve o acusado preso por policiais civis e militares, na tarde deste domingo, 03.
Arma usado no crime foi apreendida
Segundo os policiais civis, da Divisão de Homicídios (D.H.), foram informados por populares sobre o homicídio ocorrido na zona rural, os policiais se deslocaram até o Rio Ouro Preto, juntamente com policiais militares e equipe da perícia criminal. Nos fundos da casa, caído ao solo, sem sinais vitais, encontraram Ronaldo Menezes da Conceição, com um disparo de arma de fogo no peito do lado direito.
Odair Justiniano foi preso
As testemunhas informaram que todos encontravam-se na propriedade rural, momento que por uma brincadeira iniciou um desentendimento entre Ronaldo e Odair Justiniano Nunes, de 42 anos. Ronaldo teria se apossado de um facão e correu atrás de Odair na tentativa de acertá-lo, com uma ‘mão de pilão’ Odair conseguiu se defender do objeto cortante. Enquanto Ronaldo largou o facão na mesa, Odair foi até um quarto e pegou uma espingarda calibre 20, e apontou na direção de Ronaldo atingindo com um disparo no peito que o levou a morte. O corpo foi transportado para o necrotério do Hospital Regional Perpétuo Socorro.
O corpo da vítima foi encontrado no quintal da casa, já sem vida
Os policiais civis e militares prenderam Odair em um sítio vizinho ao fato, ele estava escondido em meio ao matagal. Foi preso e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o facão, mão de pilão e a espingarda usada no crime. Após ser interrogado e confessado o crime, Odair realizou exame de corpo de delito e foi encaminhado ao presídio masculino de Guajará-Mirim, está à disposição da Justiça.
Este é o segundo homicídio registrado no ano de 2019, onde o crime é elucidado e acusado é preso com os esforços de policiais civis e militares.
Fonte: O MAMORÉ

Facão apreendido

'Mão de pilão' apreendido

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: