Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 18 de fevereiro de 2019

Policiais Civis prendem acusado de mutilar foragido

Três pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil, um deles foi autuado em flagrante pela tentativa.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


A tentativa de homicídio contra o fugitivo da Justiça, Josiel dos Santos Soares, de 40 anos, vulgo “Orelha”, resultou na prisão do acusado de mutilar a vítima. Três pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil, um deles foi autuado em flagrante pela tentativa.
O fato ocorreu por volta de 00h30min desta segunda-feira, 18, quando populares ouviram gritos de socorro nas imediações da Avenida Boucinhas de Menezes, bairro Triângulo, município de Guajará-Mirim/RO. Bastante ensaguentado, “Orelha” apresentava vários cortes pelo corpo proveniente de facão, sendo: mão esquerda mutilada, perna direita, parte interna da coxa direita, pé direito, fratura exposta no pé esquerdo, fêmur e cotovelo, e um corte nas costa. Bombeiros socorreram a vítima, que recebeu os primeiros socorros no Hospital Regional, mas devido à gravidade foi entubado e transferido para o Hospital João Paulo II, seu estado de saúde é delicado (veja matéria http://www.omamore.com.br/2019/02/foragido-da-justica-e-mutilado-por.html). 
 João Mosqueira Sucubano
O nome de um suspeito foi apresentado aos policiais militares, que repassaram a informação para policiais civis.
A equipe de policiais da Divisão de Homicídios e do Serviço de Investigação e Captura (Sevic), da Polícia Civil de Guajará-Mirim, ainda no final da manhã localizou o primeiro suspeito João Mosqueira Sucubano, de 28 anos, escondido na residência localiza a Avenida Costa Marques, bairro Triângulo. Dois outros homens foram também conduzidos pela Homicídios e Sevic, para concluir a investigação. O local onde fora jogado o facão foi  apontado por Mosqueira.
Facão encontrado em meio ao matagal
João Mosqueira, que já tem passagem pela Polícia, confessou ter mutilado “Orelha”, e outros dois colegas ainda tentaram evitar as lesões. Após flagrante por tentativa de homicídio, Mosqueira foi encaminhado a Casa de Detenção Masculina, e os outros dois colegas liberados.
Fonte: O MAMORÉ
O estado de saúde da vítima é delicado

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: