Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 2 de fevereiro de 2019

Onde está a sua criatividade?

Você já se sentiu como uma folha em branco?
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE

Você já se sentiu como uma folha em branco?
Um dia você acorda, olha em volta e tem uma sensação estranha de “que chato, tudo sempre igual”.
Talvez se olhe no espelho e reconheça, de súbito, que nem gosta do estilo do seu cabelo.
E pensa: “por que estou usando o cabelo assim?”
A vida, nesta manhã, acordou diferente para você.
Aos poucos, ao longo do dia, vai percebendo que várias atitudes e comportamentos seus parecem não originais, “emprestados” de alguém, de algum personagem ou crença qualquer.
Olhando em volta, todos parecem iguais. As mesmas roupas e cores, o mesmo corte de cabelo e bolsa, sapatos e afins tão parecidos.
O que aconteceu com a originalidade? Que estranho! Quando deixei de ser eu?
É isso, uma folha em branco para recomeçar. E, desta vez, não ficará apenas nas palavras. Será o início de uma nova jornada. Uma jornada que você sempre sonhou e desejou percorrer.
Que jornada é essa?
Todos nós nascemos criativos. Na vida adulta, a criatividade, ligada ao hemisfério direito, é pouco estimulada, assim como a intuição. A criatividade nos ajuda na busca de soluções, mesmo para as coisas mais simples da vida.
A dimensão lúdica, a abertura à imaginação e ao humor é de fundamental importância para uma vida emocionalmente saudável. Uma das formas de desenvolver o potencial criativo seria através da ativação da criança interior.
A nossa riqueza interior vai aos poucos dando lugar aos padrões do senso comum, num progressivo empobrecimento da atividade criativa e intuitiva.
Estimular em nós a retomada da perspectiva intuitiva e criativa da realidade, através da imaginação, da capacidade de brincar, de intuir, de motivar-se para uma vida com mais originalidade, espontaneidade, respeitando a sua individualidade, o seu jeito.
Foi o que aconteceu  com Carl Gustav Jung, psicoterapeuta suíço, que, num momento de enormes pressões exteriores e interiores, buscou na sua criança interior uma fonte de equilíbrio e viu desabrochar a confiança no seu potencial criativo.
É através da criança interior que encontramos as saídas criativas para as situações de conflito, favorecendo a intuição e as melhores soluções.
Autora: Ivete Costa

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: