Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 29 de novembro de 2018

Mais de 50 kg de drogas apreendidas durante ações policiais são incinerados em Guajará-Mirim

Incineração ocorreu em uma olaria do município e foi acompanhada pela Polícia Civil, OAB e Vigilância Sanitária.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE


Acompanharam a incineração representantes da Vigilância Sanitária, OAB e a Polícia Civil

Foram incinerados na manhã desta quinta-feira, 29, mais de 50 kg de drogas apreendidas em Guajará-Mirim/RO. O processo de incineração foi comandado pela Polícia Civil.
Além dos policiais civis a delegada de Polícia, Luanda Luíza Mota Ximenes, esteve presente.
A droga foi levada para uma olaria no município após autorização da Justiça. Os entorpecentes foram apreendidos em ações policiais que resultaram em vários inquéritos de 2011 ao longo de 2018. Um Inquérito da Justiça Federal do ano de 2007 também foi incinerada a droga. 
Os tabletes e substâncias entorpecentes foram colocados no forno e o processo de queima foi acompanhado pela representante da Ordem dos Advogados, em Guajará-Mirim, Vigilância Sanitária, Polícia Civil e imprensa.
A reportagem do jornal e site O Mamoré foi informada que esta ação de hoje é um dos últimos atos realizados para encerrar um inquérito por tráfico de entorpecente, onde toda droga apreendida deverá ser incinerada ao final de inquérito policial. Foram incinerados 48.557,81 g (quarenta e oito quilos, quinhentos e cinquenta e sete gramas de oitenta e um centigramas) de cocaína; 1.185,40 g (um quilo, centro e oitenta e cinco gramas e quarenta centigramas) de maconha e 255,10 g (duzentos e cinqüenta e cinco gramas e dez centigramas) de outras substâncias, apontando no teste negativo para droga.
Fonte: O MAMORÉ








Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: