Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 20 de outubro de 2018

Conclusão da obra do Hospital de Guajará-Mirim é debatida no Ministério da Saúde

No encontro, Daniel esclareceu que falta aproximadamente 5% do total de todo o projeto para que seja feita a entrega do hospital à população de Guajará.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A conclusão da obra do novo Hospital Regional de Guajará-Mirim foi tema de reunião nessa quinta-feira (18), entre o governador de Rondônia Daniel Pereira e o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

No encontro, Daniel esclareceu que falta aproximadamente 5% do total de todo o projeto para que seja feita a entrega do hospital à população de Guajará. Ele ressaltou que o Estado já fez a licitação de aquisição dos equipamentos e instrumentos que precisam ser colocados na unidade. “A obra está quase pronta para ser entregue à população, então peço o empenho do Ministério porque o custo do local abandonado pode ser tornar muito”, explicou.

Gilberto fez contato com representantes da Caixa Econômica Federal e técnicos do próprio Ministério para que no dia 23 de outubro estejam em Rondônia para ajustar os detalhes finais do projeto.

O governador Daniel Pereira solicitou também ao prefeito de Guajará, Cícero Noronha Filho, que acompanhe os trabalhos da equipe técnica na cidade.”É uma obra que está fazendo muita falta, quase 100% da obra está pronta. Nós não temos justificativa para a população não ser atendida. Somente trabalhar ainda mais para entregar este hospital”, reiterou.

Foi abordado na reunião o custeio do Hospital do Amor, que é o hospital do câncer unidade do Hospital de Barretos de Porto Velho, que tem sido custeado pelo estado. O governador solicitou que o Ministério contribua com este custo mensal, haja vista que há meses o estado é quem tem financiado os serviços.

Ainda durante o encontro, Daniel pediu o credenciamento de unidades hospitalares para reforçar as UTIs, em especial do Hospital João Paulo que segundo ele não tem estrutura adequada para receber todas as demandas e tem dividido com hospitais privados tanto em Porto Velho quanto no interior do estado. “É uma série de demandas que são estratégicas para que a gente possa atender bem a nossa população do estado”, concluiu.
Também estiveram presentes à reunião, a deputada federal Marinha Raupp, o superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Carlos Terceiro e técnicos do ministério e da Sibra.
Fonte:  Assessoria.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: