Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 12 de outubro de 2018

Ariquemes: PATAMO e Força Tática recuperam moto roubada em Guajará-Mirim

Suspeitando que a moto fosse clonada, os Policiais conduziram o veículo a UNISP, onde durante averiguações mais aprofundadas, foi constatado que aquela motoneta havia sido roubada em Guajará-Mirim no mês de junho.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE

No final da tarde desta quarta-feira 10/10, as guarnições de Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) e Força Tática foram acionadas a comparecer no Travessão B-40 da BR-421, onde havia acontecido um roubo. Imediatamente, as guarnições compareceram no local, onde durante diligências, passaram em frente de uma residência em uma chácara, onde avistaram uma motoneta da marca Honda, modelo Biz de cor preta com as características do veículo que estava sendo utilizado no roubo. Os Militares fizeram a averiguação e constataram que a moto estava legal, porém um aparelho celular que seria produto de roubo estava em cima do banco da moto. Ao checar a placa, os Militares entraram em contato com o proprietário do veículo, sendo que o mesmo relatou que sua moto estava em sua residência em Ariquemes. Suspeitando que a moto fosse clonada, os Policiais conduziram o veículo a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), onde durante averiguações mais aprofundadas, foi constatado que aquela motoneta havia sido roubada em Guajará-Mirim no mês de junho. Diante do exposto, foi registrado o Boletim de Ocorrência Policial (BOP), para que posteriormente, a moto fosse restituída ao proprietário.
    Mais informações no Programa Bronca da Pesada, a partir das 11 horas, com reprise às 20 horas, pela TV do Povo Canal 35 e agora no Digital 35.1, filiada Rede Meio Norte. 
Fonte: Ariquemes 190

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: