Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 2 de julho de 2018

Coluna Almanaque - UMA CÂMARA RESPONSÁVEL, ACIMA DE TUDO

Por Fábio Marques
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Fábio Marques
Foi com um extremo aperto no coração que o presidente da Câmara, advogado Sérgio Bouez, recebeu o informe contábil da Casa Legislativa de que estaria obrigado a dispensar todo o plantel setorial de cargos em comissão do Parlamento de Guajará-Mirim e também suspender as gratificações de alguns empregados efetivos. Na ocasião, o presidente da Casa contestou, questionou e bateu o pé. Ao final prometeu que fará todo um estudo de avaliação técnica para a recondução das pessoas exoneradas aos cargos de ocupação funcional.
Lógico que a medida imposta acabou criando um clímax não muito agradável, não somente para o presidente do aparato legislativo, mas também para os demais vereadores e, em especial, para os empregados da Casa que foram exonerados, uma vez que estes prestavam excelentes serviços.
Algumas pessoas chegaram a cogitar nas redes sociais que a resolução teria sido política, mas quem raciocina a partir deste cálculo estreito, com certeza não esteve presente para ver o desprazer com que Sérgio Bouez assinou o Decreto.
Conforme consta, é possível detectar que nenhum cargo em comissão ou emprego efetivo com adicionais ficou de fora do extrato, fato que comprova ter sido uma medida oficial com o intuito exclusivo de cumprir a lei responsável.
Na verdade, quem conhece de perto o presidente da Câmara, pode atestar que ele tem passado por momentos de depressão a partir do instante em que se viu obrigado a assinar as exonerações, uma vez que sempre batalhou para proteger o trabalho das pessoas que fazem a cidade caminhar. Sérgio Bouez é mais que sabedor que a ausência destes empregados pode afetar a qualidade dos trabalhos da Casa Legislativa. Mas caso encontre uma forma ou maneira que agilize a recondução destes assessores, o presidente da Câmara deverá fazer isto ainda neste primeiro semestre.
##########
Embora drástica, a medida cabível acabou ganhando ares de desgosto e repulsa em alguns atores políticos do Palácio Abraão Azulay e agentes de acesso direto. Na contramão do processo, é preciso entender que toda receita tem que estar consoante com a despesa a fim de que não ocorra déficit no cálculo contábil do órgão público. E como a Câmara não fabrica dinheiro, é preciso que se encare a realidade com o objetivo de que equívocos possam trazer “a posteriori” problemas tanto para a instituição como para os gestores.
##########
Homem público de conduta idônea, sem manchas ou deslustres em sua carreira política, o advogado Sérgio Bouez tem adotado um modelo de gerência pública na administração da Câmara Municipal que está pautado pela responsabilidade. Pessoa simples e de fácil acesso, o presidente do Legislativo está sempre à disposição de qualquer cidadão ou entidade em seu local de trabalho para escutar todos os tipos de reclames e anseios e procurar soluções para as demandas de mais relevância em todos os âmbitos setoriais.
##########
A CPI da Câmara que vai investigar possíveis crimes de responsabilidade política e gerencial por parte do chefe do Poder Executivo que, segundo autos do processo, se recusa a responder as petições da Casa de Leis, deverá prosseguir em ritmo célere no percurso da semana e agrupar outras bússolas de procura no vestígio de coisas erradas que ocorrem na prefeitura. A seguir cenas do próximo capítulo.
Apoio Cultural:
 

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: