Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 1 de junho de 2018

Coluna Almanaque - RUMO ÀS ELEIÇÕES

Por Fábio Marques
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Fábio Marques
A cada dia mais evolui nas conversas do dia-a-dia e nas discussões das redes virtuais a tendência dos cidadãos de Guajará-Mirim em apontar o nome do advogado Sérgio Bouez como o futuro deputado estadual a ser brindado pela contagem das urnas nas eleições gerais de 2018. De acordo com estes próceres, o presidente da Câmara tem tudo para desbancar nesta votação aquele que hoje se diz representar a cidade na Assembléia do Estado. Sérgio Bouez é jovem, competente, cheio de energia e envolvido com as causas de mais essencial importância para a população. Percebe-se ares de confiança nos semblantes das pessoas quando cogita-se o nome do presidente da Casa de Leis Municipal para a disputa eletiva. É como se voltassem a sentirem orgulho de sua cidade, de serem cidadãos de verdade, com fé no futuro e no progresso de Guajará-Mirim.
##########
Nem mesmo as ações sociais que o hoje deputado que diz representar Guajará-Mirim procura promover no afã de atingir o sensório popular conseguem mais o objeto, a intenção e o alcance que almeja porque os cidadãos de bem estão ficando mais conscientes e apenas vêem estes tipos de jogadas de marketing como arapucas eleitoreiras. Aliás, o índice de rejeição à este deputado aumenta na mesma proporção do arranque de Sérgio Bouez nos níveis de aprovação para a cadeira na Assembléia de Rondônia.
##########
O índice de violência atinge níveis nunca antes vistos em Guajará-Mirim. Diante deste espectro, alguns ignóbeis baluartes da imprensa do rádio advogam com ares doutorais que o melhor remédio para se combater os marginais é com mais violência. Ou seja, os meliantes têm que ser mortos ou torturados como castigo para os crimes que cometem. Escolhem o caminho da barbárie como defesa dos cidadãos para os roubos e assaltos que se avolumam a cada vez mais, mal sabendo talvez, que a defesa dos direitos humanos é que difere os seres ditos racionais dos selvagens e brucutus ao qual parecem se assemelhar. Mesmo os maiores latrocidas devem ter a garantia dos seus direitos. É preciso sim, proteger os cidadãos honestos e reprimir qualquer tipo de violência. Mas com respeito às leis e as garantias da Justiça.
##########
É também de espantar os índices de acidentes de trânsito muito acima do normal para uma cidade como Guajará-Mirim, sendo que quase 100 por cento destes ocorrem por negligência, imprudência, imperícia. Na cidade co-irmã Guayaramerin, os motociclistas andam sem capacete e eles tem um índice de acidentes bem inferior. O segredo? Cultura de trânsito. As motos transitam a 30, 40 quilômetros por hora. Em Guajará-Mirim existe uma cultura de trânsito em que o ego dos motoristas é quem dirige os veículos em razão direta à velocidade.
##########
Por outro lado, notícias que me tem chegado através da rede digital dão conta do absurdo que está o festival de blitzes de trânsito em Guajará-Mirim. E o pior: policiais parecem ter instruções para multarem veículos sem o menor critério. É bom tomar cuidado, pois até um peido dentro do carro pode acabar gerando multa e alguns pontos na CNH. Também já está passando da hora de investigar esta aberração.
Apoio cultural: 
 

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: