Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 6 de maio de 2018

Mulher é presa ao tentar entrar em presídio levando celular para namorado

Ela confessou que os aparelhos seriam entregues para o namorado que cumpre pena no presídio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 
Na tarde desta sexta – feira, 04, por determinação da central de operações a guarnição de plantão da polícia militar se deslocou até o presídio regional de Guajará-Mirim, o Pandinha, localizado no KM 40, próximo a ponte do Igarapé Lages, onde foram informados que uma mulher teria tentado entrar no presídio levando objeto ilícito. 
Os policiais foram informados pelas agentes penitenciárias que uma mulher identificada como Jovana M. S. teria se negado a ser submetida ao procedimento de revista, alegando que não passaria por tal constrangimento, retirando – se do local. As agentes acharam a atitude suspeita e acionaram a Polícia Militar. 
Os policiais passaram a realizar diligências e localizaram Jovana M. S., na BR – 425, em frente ao presídio, onde foi abordada e perguntada sobre o motivo de ter se recusado a ser revistada, ela declarou está portando 3 aparelhos celulares, que estavam envoltos em uma fita isolante com esparadrapos, amarrados com uma câmara de ar nas axilas e nos seios dela. 
Ela confessou que os aparelhos seriam entregues para o namorado que cumpre pena no presídio, porém não disse o nome do mesmo. A mulher foi conduzida ao quartel da polícia militar onde foi submetida a revista pessoal pela Capitã PM Aldeniza e nada mais foi encontrado. 
Diante dos fatos, Jovana M. S. foi conduzida a Delegacia de Polícia Civil, onde foi apresentada ao comissário de plantão juntamente com os objetos apreendidos em seguida sendo flagranteada pelo delegado de plantão.
Fonte: Rota Mamoré

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: