Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 1 de março de 2018

Dupla é presa acusada de torturar e matar jovem sequestrado

Um suposto furto de uma motocicleta teria sido a causa do rapto e agressões contra o rapaz.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O corpo de Bruno Vieira Pereira, de 21 anos, foi localizado na manhã desta quinta-feira, 01, por policiais civis de Guajará-Mirim/RO. O jovem estava em cárcere privado desde a última segunda-feira, 26, quando foi raptado por homens que usavam um veículo de cor prata, com placa de Curitiba.
Após diligências de policiais civis chegou até o veículo supostamente usado no rapto, onde conseguiram identificar um dos ocupantes do carro, mas que estava foragido até esta quinta-feira. 
" Micael Psy" (e) e João Ricardo (d) confessaram o crime
Micael Lima Barbosa, de 19 anos, vulgo "Micael Psy", que completou aniversário no dia do sequestro (segunda-feira, 26), foi identificado por testemunha como o autor do sequestro. As investigações foram intensificadas, quando na manhã desta quinta-feira o corpo de Bruno foi localizado no alto do Parque dos Parecis (Serra dos Parecis), localizado as margens da BR Engenheiro Isaac Bennesby. O jovem foi executado com diversos tiros de pistola calibre 22, que atingiram suas costas e face (leia matéria: http://www.omamore.com.br/2018/03/jovem-e-sequestrado-e-encontrado-morto.html).
 O corpo do jovem Bruno foi encontrado com vários disparos
Uma denúncia levou a equipe de policiais civis e da Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron)  no bairro Planalto, onde foram presos Micael Lima e João Ricardo Lima Barbosa, de 27 anos. Ambos confessaram que Bruno foi acusado de ter subtraído uma motocicleta modelo Biz, que pertence a um homem conhecido por “Beethoven” e que estava emprestada para Micael, quando foi furtada da varanda da residência onde ele reside. Ao tomarem conhecimento do autor do furto, seguiram atrás de Bruno, onde foi levado para uma residência, após ser torturada foi transportado para outro local e posteriormente para o Parque dos Parecis, como este não dizia que estava de posse do veículo, Micael teria efetuados os disparos contra Bruno.  O carro usado no rapto e os aparelhos celulares dos presos foram apreendidos. A arma, segundo os acusados, foi jogada em um matagal, não sendo localizada. O homem conhecido por “Beethoven” ainda está foragido.
Micael e João, após serem autuados em flagrante pelo homicídio, foram conduzidos para o presídio masculino de Guajará-Mirim e estão à disposição da Justiça.
 Fonte: O MAMORÉ

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: