Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 6 de março de 2018

Dr. Neidson participa de reunião com Comissão de Segurança Pública da Unale

Parlamentares sugeriram medidas para evitar criação de lei que pode gerar mais impostos ao contribuinte
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta semana, o deputado Dr. Neidson (PMN) esteve na sede da União Nacional de Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), em Brasília, onde participou de uma reunião com membros de comissões de segurança pública estaduais e o presidente da Comissão de Segurança Pública da Unale, deputado estadual Ronaldo Santini (PTB-RS).

Após discutirem sobre a possibilidade de o governo federal criar uma nova lei para arrecadar recursos que seriam investidos no financiamento do setor da Segurança Pública no país, a Unale redigiu ofício com sugestões ao ministro-chefe do Gabinete Institucional da Presidência da República, general Sérgio Westphalen Etchegoyen.

“Nós somos contra a criação de mais impostos para o bolso do cidadão brasileiro, por isso, estudamos alternativas que possam ser adotadas para que o setor não deixe de receber financiamento, porém, sem custas ao trabalhador”, ressaltou Dr. Neidson.

Representando a Comissão de Segurança Pública da ALE, Dr. Neidson e o deputado Ronaldo Santini, entregaram ao ministro Westphalen o documento apontando as possibilidades levantadas na reunião na Unale, para medidas de financiamento e incentivos à Segurança Pública no Brasil.

Dentre as sugestões apresentadas pela comissão da Unale, a isenção de impostos para aquisição de armas, munição e equipamentos de proteção pelos operadores da Segurança Pública, a exemplo do que vem sendo adotado por diversos estados, a partir de iniciativas parlamentares.

“Em Rondônia essa lei já foi apresentada e aprovada, agora estamos lutando para que seja implantada em todos os estados brasileiros. Trata-se de uma lei voltada a policiais federais, militares, civis e demais operadores de segurança pública que trabalham em defesa e a favor da sociedade”, disse Dr. Neidson.

Outra medida sugerida pela Unale foi a criação de uma lei de incentivo à Segurança Pública nos moldes das leis já existentes em incentivo ao esporte e a cultura, resguardada a escolha da política de apoio aos órgãos de segurança nacional.

Dr. Neidson citou como exemplo a Lei Rouanet, que tem como base a promoção, proteção e valorização das expressões culturais nacionais. O grande destaque da Lei Rouanet é a política de incentivos fiscais que possibilita empresas e cidadãos comuns aplicarem uma parte do Imposto de Renda devido, em ações culturais.

“Nossa sugestão é de que alguma lei nesses moldes seja criada para financiar a segurança pública, ou seja, possibilitar doações de recurso para incentivo do setor. Tanto essa sugestão como a de isenção de taxas podem ser boas soluções para evitar a criação de mais impostos”, concluiu Dr. Neidson.

Enviar

Redação

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: