Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 9 de fevereiro de 2018

Coluna Almanaque - CABEÇAS IRÃO ROLAR

Por Fábio Marques
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Fábio Marques
A abertura dos trabalhos da Câmara Municipal em 2018, que ocorreu na noite da última segunda-feira, acabou por colocar em pratos limpos a nova postura da Casa Legislativa naquilo que concerne a conduta do prefeito de Guajará-Mirim frente à chefatura do Poder Executivo. Pelo teor dos discursos de alguns edis, não dá mais para aturar a caótica situação de desmando em que se encontra a cidade em todos os setores. Ainda pelo que se pôde apurar, de agora em diante a fiscalização e a vigilância sobre os atos e atitudes do prefeito Cícero Alves irão se acirrar com mais rigidez. De acordo com os porta-vozes dos cidadãos, caso se detecte ocorrências de coisas erradas na prefeitura, a Câmara tomará de imediato as medidas cabíveis previstas nos estatutos a fim de expulsar das amarras do Poder aqueles que faltaram com a responsabilidade e o respeito com a coisa pública.
##########
Em primeiro plano, a Câmara está mostrando compreensão para com os tropeços do Poder Executivo em seu primeiro ano de mandato. Em seguida, a Casa de leis afirma que estes atropelos têm limites e que a obrigação da Câmara é legislar e fiscalizar a coisa pública dentro da percepção de cada um de seus pares. A Câmara de Guajará-Mirim está mostrando também que possui um plenário com ótimos potenciais, dispostos a trabalhar em conexão com objetivos comuns a toda população. Uma Câmara afinada e obstinada que deseja trabalhar dentro de um contexto voltado para a cidadania e a consciência social e política.
##########
Todos os atos da Câmara Municipal são baseados no respeito aos cidadãos. Portanto, a posição da Câmara é apurar os fatos com amplo direito de defesa, e após os trâmites, aplicar os rigores aqueles que forem julgados culpados.
##########
Fontes confiáveis ligadas ao Palácio Pérola dão conta de que o prefeito, com a desculpa de cortar despesas, já ventila que precisa enxugar a folha. Mas como cogitar enxugar a folha e ao mesmo tempo se promover um concurso público propondo – segundo informes - salários maiores do que aqueles que estão sendo pagos nos dias de hoje? A demissão de empregados da Prefeitura significa muito pouco em termos de economia em relação aos gastos de uma má administração. A prefeitura precisa, isto sim, valorizar os empregados efetivos, treiná-los e exigir uma prestação de serviços mais condigna.
##########
Há ainda que se observar que os funcionários públicos são pais de família com responsabilidades a cumprir e contas a pagar. Até porque são consumidores em potencial do comércio local. A demissão destes funcionários iria representar também uma queda abrupta nas vendas de empresas e microempresas, alem de aumentar o calote.
##########
Se isto vier mesmo a ocorrer, a desgraça vai estar completa. Vai ser um caos social como nunca houve igual nesta paragem. Um Deus-nos-acuda que irá incidir de forma direta no aumento da violência, da miséria, do consumo de drogas, de bêbados e pedintes vagando pelo mercado, de suicídios, e até de mortes matadas por conta da situação na calada da noite.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: