Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 31 de dezembro de 2017

Coluna Almanaque - BAGUNÇA NO CORETO

Por Fábio Marques
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Fábio Marques
A estátua com a figura de um florido e radioso pajé indígena fincada há alguns dias na Praça dos Pioneiros com o intuito de inflamar a imagem do Festival dos Bois-Bumbás, descaracteriza por completo todo o conjunto da obra. Uma aberração o que fizeram. As pessoas tem me parado nas ruas para perguntar: “Quem teria sido o infeliz que teve a “brilhante” idéia de avacalhar com a estética do espaço que homenageia as primeiras entradas e bandeiras da cidade?”. Nestas ocasiões, prefiro manter-me calado. Mas não havia precisão de carnavalizar tanto a charmosa pracinha. De extremo mau gosto. Sem pé nem cabeça.
##########
A Praça dos Pioneiros é um espaço temático que construiu-se na gestão pública do prefeito Dedé de Melo em lembrança aqueles que através de seus esforços primeiro chegaram à Guajará-Mirim e anteviram nestas paragens um manancial de riquezas a se explorar. A partir da extração com fins comerciais do látex e da castanha deram emprego para muitas famílias nos seringais à época do Eldorado da Borracha e ativaram de forma massiva o comércio e a indústria na Cidade Pérola.
##########
Por outro lado, Bois-Bumbás nunca tiveram nada a ver com a cultura “In natura” de Guajará-Mirim. É uma cultura importada até nas cores das flâmulas, do Festival de Parintins, que por sua vez, também se baseia no Bumba-Meu-Boi do Estado do Maranhão.
##########
Portanto o local mais adequado para a exposição da má afamada alegoria seria no espaço que abriga o próprio Bumbódromo, não acham?
##########
Existem políticos que só revelam sua digital à vera quando barricados nas trincheiras do Poder. Aí começam a demonstrar seus instintos mais perversos de domínio do homem sobre o homem. Abandonam o discurso de palanque no qual pregavam justiça e igualdade e passam a perseguir seus opositores de idéias e também aqueles que não têm nenhuma simpatia por suas falácias. Sob o cobertor do Poder, muitas vezes estes tiranos se utilizam do aparato estatal como escudo para suas barbáries. À maneira de Adão no paraíso, quando estes escrotos alcançam o Poder, também acabam vendo que tudo aquilo era bom.
##########
Na Audiência Pública que discutiu o problema do aumento da violência na cidade, o prefeito de Guajará-Mirim, após ter usado da palavra, teve que retirar-se do evento por conta de uma outra agenda. Com efusivos apertos de mãos se despediu dos presentes. Ao se aproximar deste escriba, que estava cuidando dos rascunhos para a matéria sobre a reunião, esticou-me as mãos de forma amistosa, embora cínica. De pronto recusei. Como uma estátua, o prefeito ficou boquiaberto e parado com as mãos suspensas no ar. Não sou de estar brigando com ninguém, mas também não sou de ficar fazendo as pazes. Posso até ter faltado com a cortesia, com a boa educação, com a finesse e elegância. Mas não faltei em instante algum com meu caráter e com minha honradez. Posso não ter dinheiro nem posição social, posso não ter discurso repleto de enfeites e floreios, posso não ter amigos donos de empresas ou com poder de influência e puxa-sacos à disposição, enfim, posso não ter porra nenhuma na vida, mas tenho caráter e vergonha na cara, coisinhas poucas, mas que o prefeito deveria no mínimo invejar, já que não se digna de imitar.
Apoio cultural: 
 

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: