Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 13 de dezembro de 2017

16 aldeias indígenas receberão investimentos em saneamento básico -Vídeo

O repasse de pouco mais de 3 milhões de reais deverá atender 16 aldeia indígenas, num total de 4.686 índios.
CONTINUA LOGO DEPOIS DA PUBLICIDADE



 O anunciou ocorreu na manhã desta segunda-feira, 11, durante evento realizado no Plenário da Câmara de Vereadores. O repasse de pouco mais de 3 milhões de reais deverá atender 16 aldeia indígenas, num total de 4.686 índios. A reunião contou com a participação do secretário de Estado da Saúde (Sesau), Williames Pimentel, deputado federal Lúcio Mosquini, do deputado estadual Eurípedes Lebrão, do Coordenador da Funai local, João Soares, do coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena de Porto Velho, João Cavalcante Guanacoma, dos vereadores indígenas Arão Wao Hara e Gilmar Oronão, do prefeito Cícero Alves Noronha, o anfitrião presidente da Câmara de Vereadores, Sérgio Bouez, demais autoridades políticas, da Fundação Nacional do Índio (Funai) e membros das  aldeias indígenas.
Com aproximadamente uma população de 5 mil habitantes em 19 aldeias, na região de Guajará-Mirim/Nova Mamoré, 16 delas serão contempladas com o recurso do Ministério da Saúde. O projeto apresentado desde o ano de 2013, vem se arrastando e acabou sendo engavetado, mas foi o deputado federal Lúcio Mosquini que buscou o projeto e então deu aceleração para que o recurso fosse liberado para o Poder Executivo do município que será o gestor dos recursos. Foram liberados R$ 2.128.702,38 para a Prefeitura, restando ainda a liberação de mais R$ 894.204,87 para atender as 19 aldeias. O deputado ao anunciar o repasse foi bastante aplaudido pelo público presente, principalmente pela classe indígena que acredita estar sendo valorizado pelo Poder Público, conforme disse um representante indígena que preferiu não se identificar.
A liberação da verba bloqueada visa atender a área de saneamento básico, ampliação e construção de lavanderias.
Durante sua estadia em Brasília, o prefeito Cícero Alves Noronha disse ter participado de encontros que visavam à liberação do recurso para atender a população indígena. Ainda salientou que buscará a Funai, em Guajará-Mirim, para que juntos possam dar andamento ao processo licitatório e demais ações que devem ocorrer durante a realização do projeto de reforma e adequação de melhorias sanitárias.
O deputado Lebrão e o coordenador do DISEI, João Cavalcante (Alemão) manifestaram apoio e agradecimentos pela ação de Mosquini que ao tomar conhecimento do projeto logo buscou solucionar.
Para o vereador Sérgio Bouez a ação é fruto de um trabalho político em conjunto, e quem ganha é a população de um modo em geral.
O secretário da Sesau, Williames Pimentel, ressaltou que além de somar esforços nas ações de saúde, o resultado principal é atender a comunidade oferecendo melhorias na área da saúde.
Aldeias contemplas
Laje Novo; Linha 26; Santo André; Tanajura; Linha 10; Limão; Capoerinha; Bom Futuro; Laje Velho; Pantirop; Deolinda; Cajueiro; Ricardo Franco; Rio Negro Ocaia; Graças a Deus e Sortério. Foram acrescentados ao projeto inicial de 2013 e estão aguardando liberação para atender as aldeias: Rio Negro Ocaia; Piranha e Sagarana.
 Assista a matéria em vídeo
Fonte: O MAMORÉ

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: