Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 24 de setembro de 2017

Produtores rurais fazem treinamento de cultivação de café clonal

Projeto Café Clonal beneficiará 47 propriedades em Guajará-Mirim. Iniciativa foi implantada pela Semagrip e vai alavancar economia, diz agrônomo.
Produtores rurais participaram de treinamento para cultivo de café clonal
Mais de 70 pequenos produtores rurais participaram na última semana de um treinamento para aprender a cultivar o café clonal nas pequenas propriedades rurais de Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho. De acordo com a Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semagrip) a ideia é implantar a cultura do café no município e região para alavancar a economia local e aumentar a produtividade dos agricultores.
A capacitação aconteceu em uma propriedade situada na zona rural de Nova Mamoré (RO), município vizinho localizado a 40 quilômetros de Guajará-Mirim. O local foi escolhido para o treinamento porque já tem o plantio das mudas de café clonado, onde os produtores puderam acompanhar de forma teórica e prática todas as fases, desde o plantio até a colheita.
Em entrevista o engenheiro agrônomo e coordenador do projeto, Fábio Ferreira, explicou que a estimativa é que o plantio das mudas seja feito até o mês de novembro em todas as propriedades rurais que foram selecionadas para participar do programa, conforme o cronograma estabelecido no planejamento inicial.
“O café modificado produzirá 100 sacos de grãos por hectare, dez vezes mais do que o café comum, que produz em média dez sacos de grãos por hectare. Esse aumento na produção irá alavancar a economia e gerar empregos, além de ser uma cultura que está sendo implantada de forma pioneira no município, já que atualmente não existe produção de café local. Daqui um ano ou dois o município vai produzir em média 45 toneladas de café”, diz Fábio.
Ainda de acordo com a Semagrip, o próximo passo é fazer as correções do solo nas propriedades usando calcário, em seguida o plantio será iniciado e o projeto finalizado. Depois que as mudas forem plantadas o órgão irá fazer também a manutenção e manejo técnico em conjunto com os produtores beneficiados. 

Projeto Café Clonal

O Projeto Café Clonal foi implantado no município pela Semagrip, através do engenheiro agrônomo Fábio Ferreira, que é o coordenador da ação. No total mais de 40 propriedades rurais serão beneficiadas diretamente com a doação de 2.222 mudas de café clonado para cada produtor cadastrado no projeto.
A iniciativa funciona através de uma parceria entre a Semagrip, o Governo do Estado e os produtores, além da participação de estagiários acadêmicos do curso de Gestão Ambiental da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir) e também da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).


Fonte: G1
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: