Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 24 de agosto de 2017

Hoje tem apresentação da 15ª edição do Cineamazônia na Paróquia Aparecida

A comitiva cultural irá até comunidades ribeirinhas e quilombolas, reservas extrativistas, tanto do lado brasileiro como do lado boliviano.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Nesta quarta-feira (23), o Cineamazônia Itinerante começou sua segunda e é maior etapa dentro do projeto, com a exibição de filmes e apresentações circenses com o palhaço Cloro em 19 localidades no Vale do Mamoré e ao longo do Rio Guaporé até o dia 12 de setembro, quando encerrará suas atividades em Cabixi, no cone Sul do estado. Hoje, quinta-feira, 24, a apresentação se estende em Guajará-Mirim/RO.
A comitiva cultural irá até comunidades ribeirinhas e quilombolas, reservas extrativistas, tanto do lado brasileiro como do lado boliviano. As primeiras apresentações serão feitas na estrada, como ocorreu na primeira etapa da itinerância.
A primeira parada foi ontem, quarta-feira, 23, na Resex Rio Ouro Preto que foi umas das quatro primeiras unidades de uso sustentável a serem criadas no Brasil. Está localizada entre os municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré e integra o maior bloco de área protegida do estado.
Depois da Resex, o caminho ainda será por terra, em Guajará-Mirim (24 de agosto), abrigando o segundo dia da programação, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida a partir de 19hs. Em seguida, vem a co-irmã, a boliviana Guayaramerín no dia 25 de agosto. Por fim, o distrito do Iata fecha as atividades na Pérola do Mamoré, no sábado (26).
Serão alternados municípios e localidades rondonienses e bolivianas. Do lado brasileiro há desde municípios maiores como Costa Marques e Guajará-Mirim até pequenas comunidades quilombolas como Santo Antônio e Pedras Negras.
Em comum, todas reconhecem a importância do Cineamazônia Itinerante. Tanto que a cada ano, as sessões ao ar livre são lotadas. As crianças, principalmente, divertem-se sempre com as estripulias circenses e com os curta metragens exibidos.
A 15ª edição do Cineamazônia tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e da Lei Rouanet. Ainda tem o apoio cultural da Sejucel, Funcultural, Fecomércio e SESC Rondônia. O Cineamazônia é associado ao Fórum dos Festivais e membro do Green Film Network.
 Fonte: O MAMORÉ com informações da Assessoria

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: