Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 7 de agosto de 2017

Guajará-Mirim, AC e AM recebem do SIPAM terminais de comunicação via satélite

A divisão de manutenção aponta que até o mês de julho de 2017 foram realizadas 10 missões, totalização a instalação de cinco novos terminais, 13 manutenções e empréstimo de 12 antenas transportáveis.
Durante o primeiro semestre de 2017, os técnicos Centro Regional de Porto Velho do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) realizaram diversas instalações de terminais de comunicação via satélite VSAT (Very Small Aperture Terminal). Os terminais Vsats do Censipam são utilizados para comunicação em locais de difícil acesso e foram instalados em três estados que integram a Amazônia Legal: Acre, Mato Grosso e Rondônia.

A divisão de manutenção aponta que até o mês de julho de 2017 foram realizadas 10 missões, totalização a instalação de cinco novos terminais, 13 manutenções e empréstimo de 12 antenas transportáveis. Segundo a chefe da divisão de manutenção, Vitorinha Ouro, as regiões atendidas possuem como característica estarem isoladas e sem linhas telefônicas fixas ou de celular, por exemplo. Com a utilização do sistema do Sipam, as comunidades ganham maior agilidade na comunicação, tendo em vista que antes era necessário se deslocar para outros pontos em que fosse possível uma comunicação rápida e imediata com os órgãos de saúde ou outros, situados nos centros urbanos.


Entre as localidades atendidas com novas instalações de terminais estão o Parque Nacional dos Parques Amazônicos (ICMBio), Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos (SEDAM), Reserva Extrativista Pacaas Novos (SEDAM – com painel solar), Reserva Extrativista Pacaas Novos (Comunidade Margarida - SEDAM com painel Solar), Parque Estadual CHANDLESS (SEMA/Acre) e Parque Estadual de Guajará Mirim (SEDAM).
Já as instituições atendidas com manutenções nos terminais foram a Marinha do Brasil – Guajará-Mirim/RO, Funai  -  Guajará Mirim/RO, Funai  - Rio Branco/AC, Prefeitura/MDS – Sena Madureira/AC, Prefeitura /MDS – Xapuri/AC, Exército Brasileiro – Epitaciolândia/AC, Exército Brasileiro – Plácido de Castro/AC, Policia Federal – Plácido de Castro/AC, ICMBio de Itapuã do Oeste – Flona do Jamari, ICMBio de Canutama – Mapinguari/AM, ICMBio dos Campos Amazônicos/AM, FUNAI/Piripkura/MT e  FUNAI/Kaawahiva/MT.


Atualmente estão disponibilizados 121 terminais VSATs, nos estados do Acre, Rondônia, Mato Grosso e Sul do Amazonas, sob a jurisdição do Centro Regional de Porto Velho, fazendo a comunicação em lugares remotos, como áreas de fronteiras, reservas indígenas, unidades de conservação estaduais e federais, postos da polícia federal entre outros que não possuem qualquer meio de comunicação.

Acre
Um dos destaques entre os terminais instalados neste primeiro semestre do ano está o do Parque Estadual de Chandless. A reserva está localizada no território acreano, sendo o segundo maior da Região Norte e possuindo uma das áreas mais ricas em biodiversidade.

“A instalação da antena VSAT representou um avanço nos trabalhos desenvolvidos pelas equipes de campo e para a comunidade local. O terminal superou nossa expectativa em diversos aspectos, permitiu agilidade na comunicação entre nossa sede e o parque. Ações estão sendo implementadas com maior agilidade e eficiência, cito as ações de campo, trabalho de pesquisa e denúncias de tentativas de invasões. Conseguimos nos comunicar a qualquer hora, e comunidade também tem aproveitado esse recurso que o Censipam disponibilizou para estudar e contatar seus familiares que estão em centros urbanos. ” relatou o gestor do Parque Estadual de Chandless, o servidor Jesus Rodrigues.
Para o  gerente do CR PV, Carlos Canosa, o Chandless tem se destacado pelo seu potencial turístico e científico, por possuir um abrangente patrimônio genético com a presença de espécies endêmicas e ameaçadas de extinção. Estima-se que 1.374 espécies de animais, entre as quais estão mais de 400 de aves, habitem na região.
São mais de 690 mil hectares de área protegida de maneira integral, que agora dispõem de uma rede de comunicação, alimentada por energia sustentável, favorável para a boa gestão e ampliação dos centros de estudo e pesquisa.

 
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: