Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 1 de julho de 2017

Rondônia e Beni, na Bolívia, discutem licitação da ponte binacional em Mesa Técnica

Realizada de 28 a 30 de junho em Porto Velho, como resgate de uma pendência comercial entre os dois países que remonta a história do Tratado de Petrópolis.
Local onde será construída a ponte em Guayaramerin/Bolívia
A notícia da licitação ainda este ano do projeto básico e do projeto executivo da obra da ponte binacional Brasil-Bolívia, em Guajará Mirim, ocupou praticamente todo o tempo das discussões da Mesa Técnica de Infraestrutura da Irmandade Rondônia-Beni, realizada de 28 a 30 de junho em Porto Velho, como resgate de uma pendência comercial entre os dois países que remonta a história do Tratado de Petrópolis.
A mesma Mesa discutiu também a estratégia da Bolívia de saída para o mar, com a utilização da Hidrovia do Madeira e toda estrutura do Porto Organizado de Porto Velho, por onde o país vizinho já está exportando castanha e madeira, e começa exportar já partir deste mês toda sua produção de soja.
Cada Mesa Técnica carrega a história dos dois estados e procura extrair o conhecimento de cada um em suas mais diversas áreas, promovendo a troca de experiência que suscita oportunidades de trabalho conjunto e até da execução de projetos comuns nas áreas de saúde e educação, por exemplo, com a participação de representantes dos governos municipais da região de fronteira, em especial Guajará Mirim e Guayaramerim, que têm uma participação mais efetiva nas discussões.
De acordo com o secretário rondoniense da Mesa Técnica da Irmandade, Hélder Risler de Oliveira, são muitos os interesses das duas representações, que envolvem temas como segurança pública e os modelos de gestão da saúde e educação, por exemplo, com as inovações introduzidas pelo projeto de mediação tecnológica e da educação especial, considerada mais ampla e de maior poder de inclusão social.
Ele lembrou também que para este setor existem várias alternativas de projetos de cooperação mútua, como a realização de cursos para as duas línguas (espanhol e português), com a presença e atuação de professores especialistas nos dois lados da fronteira, orientando e preparando jovens e adultos para a pesquisa, mercado e para as relações sociais.
A programação completa da agenda da reunião extraordinária da Irmandade Rondônia – Beni teve início quarta-feira (28) com a formação da Mesa Técnica da Saúde, seguida da Mesa que discutiu a obra da Ponte Binacional, Hidrelétrica do Madeira e Mesa Técnica da Educação, concluindo nesta sexta-feira (30), com uma visita ao Hospital do Câncer de Barretos em Porto Velho.

SEMANA DE INTEGRAÇÃO BRASIL-BOLÍVIA
Organizada pelo Departamento de Ciências Sociais da Universidade de Rondônia (Unir), a Semana de Integração Brasil-Bolívia começa nesta segunda-feira (3) no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em Porto Velho, e vai até quarta-feira (5), com uma vasta programação que prevê conferência, palestras e atividades culturais dos dois países.
De acordo com a organização, o objetivo da Semana é estimular o debate sobre o desenvolvimento e integração da América Latina, estender e qualificar as relações Brasil-Bolívia, compreender o cenário político e social do país vizinho, fomentar o conhecimento sobre a realidade boliviana e estreitar as relações paradiplomáticas entre a República da Bolívia e o Estado de Rondônia, entre outros objetivos.
O evento contará com palestrantes especialistas dos dois países, entre eles, o advogado Daniel Pereira, vice-governador de Rondônia, que falará sobre “Integração Regional Rondônia-Beni: Desafios e Perspectivas”, palestra marcada para primeiro dia da Semana, às 20h30, e que deverá ser das mais prestigiadas.


Autor: Assessoria
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: