Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 28 de julho de 2017

Disparo que atingiu dona de casa provavelmente tenha saído da pistola do genro

Na manhã desta sexta-feira, 28, durante coletiva a imprensa, o delegado encarregado do crime deu relatos das investigações, apreensões e prisões.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A Polícia Civil estará na tarde desta sexta-feira, 28, entregando o Inquérito Policial ao Ministério Público denunciando três pessoas envolvidas na tentativa frustrada de roubo de uma motocicleta por volta de 21h30min do último dia 21, após troca de tiros com o proprietário do veículo, um dos disparos atingiu a dona da casa, no bairro Nossa Senhora de Fátima, município de Guajará-Mirim/RO. Na manhã desta sexta-feira, 28, durante coletiva a imprensa, o delegado encarregado do crime deu relatos das investigações, apreensões e prisões.
Delegado Lawrence explica o caso
 Dois assaltantes adentraram pelo portão que dá acesso a casa situada a Avenida Domingos Correia de
Araújo, 3770, assistindo televisão na sala encontrava-se a dona da casa Júlia da Silva Tiburcio, de 50 anos, suas duas filhas e o genro Fábio Alves de Souza, de 32 anos, ao serem surpreendidos pelos ladrões. Fábio estava sentado próximo a porta, quando o assaltante com uma arma de fogo apontou em direção aos quatro e anunciou o roubo, o genro correu para um dos cômodos da residência efetuando disparos contra os assaltantes. O rapaz que segurava a arma revidou os disparos. Fábio atingido por dois projéteis, um na face e outro no abdômen, foi socorrido por bombeiros que constataram o óbito de Júlia atingida com um disparo abaixo do braço, a bala transfixou e ficou no sutiã da mesma. Fábio após atendimento médico no Hospital Regional, foi encaminhado no dia seguinte para o Hospital João Paulo, em Porto Velho/RO e passa bem.
Júlia Silva Tiburcio
Minutos após o crime, o jovem Osvanildo Souza de Oliveira, de 22 anos, vulgo “Bito” chegava em sua residência, no mesmo bairro onde ocorreu o crime. A mãe do rapaz disse que o filho chegou desmaiando, sendo socorrido por bombeiros com um disparo que perfurou o abdômen e o projétil não ficou alojado. Osvanildo permaneceu hospitalizado sob escolta policial. Durante interrogatório realizado pelo delegado encarregado do caso, Lawrence Lachi, “Bito” confessou que praticou a tentativa de roubo na companhia de seu comparsa, André Silva de Souza, de 18 anos, vulgo “Pelezinho”. A mãe de “Bito” ao descobrir que a arma encontrava-se na sua casa acionou policiais civis, entregou o revólver calibre 38, supostamente usado pelo filho durante assalto, na manhã desta quarta-feira, 26.
Osvanildo Souza de Oliveira, vulgo “Bito”

 Investigação
Policiais civis lotados no Serviço de Investigação e Captura (Sevic) e Divisão de Homicídios diante de informações obtidas com testemunhas e do próprio acusado Osvanildo, conseguiram chegar até Endrew Fernandes da Silva, de 27 anos, que teria se reunido com os dois acusados para planejarem o roubo da motocicleta modelo XT 660, de placa NEF 8725, pertencente a Fábio. Endrew em seu veículo próprio conduziu a dupla até a esquina próxima à residência de Júlia, para que cometessem o roubo. No último dia 22, Endrew foi preso e está à disposição da Justiça. O veículo apreendido.
"Pelezinho" confessou ter participado da tentativa de latrocínio. A Justiça mandou prendê-lo.
As investigações continuaram, tendo o apoio de policiais militares, na madrugada de quinta-feira, 27, André Silva de Souza, de 18 anos, vulgo “Pelezinho”, foi detido. Acusado de cometer roubos e furtos de veículos no município de Guajará-Mirim, “Pelezinho” foi avistado por policiais militares transitando durante a madrugada desta quinta-feira, 27, pela Avenida Oswaldo Cruz, bairro Santa Luzia, tentaram proceder à abordagem, mas o rapaz largou a bicicleta no chão e correu, pulando cerca e diversos quintais, mas não conseguiu escapar dos policiais militares que o perseguiram e conseguiram alcançar. O rapaz durante abordagem na noite do dia 03 de março de 2016, quando tentou tirar da cintura um simulacro, mas acabou sendo baleado, na época vítimas de roubos de veículos apontavam “Pelezinho” como autor dos assaltos, sendo este perseguido pelas Polícias (leia matéria www.omamore.com.br/2016/03/acusado-de-cometer-varios-furtos-e.html).
De acordo com o delegado Lawrence, aguardavam o mandado de prisão preventiva em desfavor de “Pelezinho”, já que este confessou ter praticado junto com “Bito” a tentativa de assalto, afirmando ter corrido quando ouviu os disparos, abandonando seu comparsa. O acusado foi encaminhado para o presídio masculino no final da tarde desta quinta-feira.
Revólver calibre 38 apreendido na casa da mãe de "Bito"
O delegado ainda enfatizou na coletiva de imprensa, não se descarta a possibilidade da pistola de calibre ponto 45, a usada por Fábio, ter sido o projétil que atingiu e matou Júlia. Mas somente através dos laudos será possível confirmar a teoria. A Polícia Técnico Científica (Politec), emitirá o primeiro laudo que trata-se da cena do crime, dando toda
Osvanildo disse ter disparado três tiros com o revólver 38, na arma foi encontrada uma munição intacta. O laudo de exame balística apresentará se foi desta mesma arma que saiu os disparos que atingiram Fábio. O projétil retirado de Júlia também será analisado e constatado se foi do revólver 38 ou da pistola ponto 45. Na cena do crime foram encontradas apenas projéteis da arma ponto 45. O prazo para entrega dos dois laudos poderá ser entregue em dez dias, podendo ultrapassar este período. “Bito” e “Pelezinho” responderão pela tentativa de latrocínio, Endrew por tentativa de roubo e Fábio indiciado por porte ilegal de arma de uso restrito.

O delegado disse que não está descartada a possibilidade do disparo que atingiu Júlia ter saído de uma pistola ponto 45
 Lawrence, que responde no momento pela Delegacia Regional, salientou o trabalho dos policiais civis e a parceria com as demais policiais: “A Polícia está trabalhando sim, vale salientar que neste caso todos os policiais se dedicaram, uns chegaram a não dormir logo após o fato, e ainda assim para não atrapalhar as investigações preferimos não divulgar as ações. Neste ano de 2017 todos os homicídios foram elucidados, e assim pretendemos continuar, prendendo os autores de crimes, recuperando veículos e bens de vítimas”.
Fonte: O MAMORÉ

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: