Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 2 de junho de 2017

Divisão de Homicídios prenda acusado de matar jovem com 20 facadas

Após investigação a Divisão de Homicídios, da Polícia Civil de Guajará-Mirim, conseguiu prender o acusado de assassinar com aproximadamente 20 golpes de facas um jovem de 18 anos, no bairro Jardim das Esmeraldas.


Faca usada no crime
Após investigação a Divisão de Homicídios, da Polícia Civil de Guajará-Mirim, conseguiu prender o acusado de assassinar com aproximadamente 20 golpes de facas um jovem de 18 anos, no bairro Jardim das Esmeraldas.
Corpo de Samuel foi encontrado pela avó
O crime ocorreu no último dia 15 de maio, o jovem Samuel Ribas Marques foi encontrado por volta de 18h, caído ao solo na residência localizada a Avenida Estevão Correia, 5512, pela sua avó Jesusa Dumay Cortez, de 54 anos, que sentiu a falta do neto durante todo o dia. Samuel apresentava cerca de 20 facas. A reportagem do O Mamoré foi informada sobre o aparelho celular da vítima que não foi localizado pela avó, no local crime.
Samuel Ribas Marques
 As investigações iniciaram pela Divisão de Homicídios, a primeira linha de investigação era localizar o aparelho celular da vítima. Mesmo não estando de posse do aparelho celular, os policiais civis passaram a ter um suspeito. A elucidação do crime, foi confirmada por meio de investigação e na manhã desta sexta-feira, 02, a equipe da Divisão de Homicídios juntamente com agentes do Serviço de Investigação e Captura (Sevic), do comissariado, do cartório, policiais da Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron) e do delegado titular, Lawrence Lachi, prenderam o acusado do latrocínio (roubo seguido de morte) e as pessoas que estiveram de posse do aparelho celular da  vítima, após o crime.
Jamanta tem várias passagens policiais
Tiago Douglas Moura de Souza, vulgo “Jamanta”, de 23 anos, preso várias vezes sob acusação de furtos e roubos, foi preso em uma residência situada a Avenida Youssif Melhem Abichabik, 3482, bairro Nossa Senhora de Fátima. “Jamanta” confessou ter praticado o crime, afirmando ter desferido aproximadamente 25 facas contra Samuel. Alegou em depoimento, que ele e a vítima estavam usando drogas e ingerindo bebida alcoólica, quando Samuel lhe desferiu um soco na boca. A Polícia acredita que “Jamanta” matou o jovem para roubar o aparelho celular, que segundo a avó da vítima foi comprado dias antes ao crime. 
A faca foi encontrada no lugar apontado pelo acusado
O acusado apontou um matagal localizado a Avenida Pentecostal, entre as Avenidas Toufic Melhem Bouchabick e Antônio Luiz de Macedo, bairro Jardim das Esmeraldas, onde a faca usada no crime foi apreendida. A vestimenta usada pelo acusado no dia do crime também foi apontada em meio ao mato na Avenida José Cardoso Alves esquina com Avenida Guilherme Sanches, bairro Jardim das Esmeraldas, apenas um calção de cor verde foi apreendido. O material foi entregue a Polícia Técnico Científico (Politec) para análise.
A Polícia Civil informou ao O Mamoré que Tiago estava no regime semi aberto, utilizando tornozeleira eletrônica, dia antes ao crime retirou o objeto. Encontrando-se como foragido da Justiça o mesmo foi preso, após exame de corpo de delito foi encaminhado a Casa de Detenção e está à disposição da Justiça.

Outros detidos
Na tentativa de localizar o aparelho celular de Samuel, a equipe de policiais esteve em diligência a residência localizada a Avenida Antônio Luis de Mâcedo, bairro Jardim das Esmeraldas, nesta quinta-feira, 01, indagaram um casal que foi apontado como receptador do aparelho celular pertencente a vítima Samuel, estes confessaram ter adquirido o objeto do crime e apontaram a mulher conhecida por “Pirrita” como a pessoa que ofereceu o produto. O casal disse que repassou para o irmão da mulher o aparelho, este por sua vez disse que repassou o aparelho celular para outro homem e enfim o aparelho celular foi apreendido pela Polícia. Eunice da Silva, vulgo “Pirrita” foi identificada, ela confessou ter recebido o aparelho das mãos de “Jamanta”, em seguida ela trocou o telefone pelo valor de R$ 40,00 em drogas.
Segundo a Polícia, as investigações continuam para dar andamento ao Inquérito Policial.
Fonte: O MAMORÉ
Enviar
m

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: