Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 14 de abril de 2017

Produtores do distrito de Jacinópolis pedem ajuda contra reintegração de posse

Produtores rurais da região do distrito de Jacinópolis, em Nova Mamoré, estão amedrontados ante a possibilidade de terem que sair das pequenas áreas de terra que ocupam há mais de 15 anos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Produtores rurais da região do distrito de Jacinópolis, em Nova Mamoré, estão amedrontados ante a possibilidade de terem que sair das pequenas áreas de terra que ocupam há mais de 15 anos, após uma ordem judicial de reintegração de posse.
Em busca de apoio contra a medida, uma comissão de moradores se reuniu com o presidente da Assembleia Legislativa-ALE/RO, Maurão de Carvalho (PMDB), e o deputado Alex Redano (PRB), nesta semana no Legislativo Estadual.
"As pessoas ocuparam a região, de forma mansa e pacífica, e com o seu trabalho na agropecuária elas sobrevivem. São cerca de 300 famílias que agora sofrem com a ameaça de despejo e precisamos encontrar uma solução para este impasse", disse Maurão.
Redano lembrou que os produtores ocupam pequenos lotes de até 21 alqueires (cerca de 50 hectares), inclusive já possuindo o Cadastro Ambiental Rural (CAR), entregue pela Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e também com benfeitorias.
"Retirar essas famílias da área onde eles moram há anos e garantem o seu sustento, traria um grande caos social. Temos que buscar uma alternativa e a Assembleia é parceira para contribuir com esta solução", destacou Redano.
Novamente, os deputados manifestaram a necessidade de a nova atualização do Zoneamento Ecológico seja encaminhado para a Assembleia, contemplando essas áreas que enfrentam dificuldades com a questão ambiental e fundiária.

Autor: Assessoria

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: