Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 20 de abril de 2017

Policiais militares participam de curso para lavratura de TC em Guajará

Capacitação de 30 horas iniciou na terça-feira (18) e encerra na quinta-feira (20). Procedimento vai aumentar tempo de guarnição nas ruas, diz PM.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Instrutor Rafael Tossatti capacita os policiais para fazer lavratura de TC durante as ocorrências
O 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) iniciou na terça-feira (18) um curso de capacitação para 30 policiais de lavratura de Termo Circunstanciado (TC) de ocorrência em Guajará-Mirim (RO), cidade a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho.
De acordo com o batalhão, a capacitação tem carga horária de 30 horas e encerra na quinta-feira (20). O objetivo é habilitar os policiais a reconhecerem uma infração de menor potencial ofensivo e identificar quais procedimentos devem ser adotados para a lavratura do TC, que geralmente é feito pela Polícia Civil, e também o agendamento direto da ocorrência junto ao Poder Judiciário.
O tenente Rafael Tossatti, que é o instrutor do curso, disse que durante a carga horária vários temas teóricos são abordados.
“Abordamos assuntos importantes na abordagem como direito e processo penal, como se fosse uma revisão da formação anterior que eles tiveram, além de um intensivo sobre o Juizado Especial Criminal. Após essa capacitação, vão estar aptos a lavrar o TC, que vai ser um registro da ocorrência um pouco mais elaborada e encaminhado direto ao juiz”, explica.
O oficial acredita que desta forma, o tempo de serviço das guarnições nas ruas aumentará, mas o início deste novo procedimento fica a critério do comando local da corporação.
“Dessa forma os policiais irão permanecer mais tempo na rua, porque as ocorrências que necessitariam condução do local dos fatos até a delegacia para a lavratura do TC poderão ser feitas no local da ocorrência, dependendo da circunstância do fato. A lavratura do TC na rua fica a cargo do comandante da unidade, que deverá fazer um acordo com o Judiciário local sobre os agendamentos. A partir do término desta capacitação a unidade terá três meses para capacitar o restante da tropa”, finaliza. 

Fonte: G1

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: