Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 15 de abril de 2017

Policiais militares da 3ª CIA e do 6º BPM recuperam caminhão roubado

Policiais militares do Núcleo de Inteligência lotados na 3ª Companhia de Polícia Militar, no município de Nova Mamoré/RO e 6º Batalhão de Polícia Militar de Guajará-Mirim localizaram um caminhão com placa de Brasília/DF estacionado em uma residência no bairro Próspero, em Guajará-Mirim. O veículo possui restrição de furto/roubo.


Durante à tarde da última quinta-feira, 13, policiais militares do Núcleo de Inteligência lotados na 3ª Companhia de Polícia Militar, no município de Nova Mamoré/RO e 6º Batalhão de Polícia Militar de Guajará-Mirim localizaram um caminhão com placa de Brasília/DF estacionado em uma residência no bairro Próspero, em Guajará-Mirim. O veículo possui restrição de furto/roubo.
Segundo a PM, uma denúncia chegou apontando o quintal da residência localizada a Avenida Princesa Isabel onde estaria guardado um caminhão, de cor branca, placa OVN 3817, roubado. A averiguação foi realizada pelas equipes do Núcleo de Inteligência (N.I.) e por uma rádio patrulha. A irregularidade fora encontrada com o número do registro ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) no caminhão, quando averiguado entraram em contato com o proprietário do caminhão de placa em Brasília, este disse que encontrava-se naquele momento com o caminhão de placa OVN 3817. Diante da afirmativa, os policiais constataram que a numeração da ANTT do veículo localizado no município tratava-se de um veículo com as mesmas características, porém com placa OPJ 7211, de Belo Horozinte/MG com registro de furto/roubo. Já em uma averiguação mais específica no motor foi constatado que o veículo possuía a placa NYB 4077, com mesmo modelo e marca, de Jaiba/MG, tendo o registro de furto/roubo.

O caminhão foi apreendido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil
 Danilo S. C., de 30 anos, disse aos policiais ter adquirido o caminhão pela quantia de R$ 120.000,00 sendo negociando R$ 30.000,00 em equipamentos de açougue, pagando também a quantia de R$ 15.000,00 em espécie a um conhecido chamado por “Hudson” e no ato lhe foi entregue o caminhão. Danilo também afirmou ao delegado Lawrence Kichileski Lachi que três antes de fazer o negócio com “Hudson”, disse que havia visto o caminhão e após uma consulta para averiguar a situação do veículo e nada constatado acabou fazendo o negócio.
O delegado autuou o acusado pela prática do crime de receptação.
Fonte: O MAMORÉ
Enviar
m

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: