Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 10 de fevereiro de 2017

Preso é espancando dentro de cela por 11 detentos em presídio

Caso não tem nenhuma ligação com brigas de facções em Guajará. Agressões teriam iniciado após a apreensão de vários objetos na cela.
Espancamento ocorreu após prisão de celulares na unidade
Um preso foi espancado por 11 colegas de cela após a apreensão de dois aparelhos celulares e outros objetos na Casa de Detenção de Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho. Segundo a direção da unidade prisional, o crime ocorreu na noite de quarta-feira (8). Com as agressões, ele ficou com lesões no rosto, hematomas nos dois braços e no joelho esquerdo, mas não corre risco de morte.
Por telefone nesta quinta-feira (9), o diretor do presídio masculino, Franciarles Cardoso, disse que o caso não está ligado com brigas de facções e que um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) foi instaurado para apurar o caso e os autores do espancamento, que já foram identificados, podem sofrer sanções disciplinares e ter a pena aumentada.
Ainda segundo Franciarles, o preso que foi espancado era de outro pavilhão e só ficou na cela junto com os outros 11 apenados porque seria remanejado para outra cela, por medida de segurança.
As agressões teriam sido motivadas após os agentes penitenciários terem apreendidos dois aparelhos celulares na cela. Questionados pelos agentes, os autores das agressões disseram que “bateram no cara errado”, e pediram desculpas do detento agredido.
Nesta quinta-feira, um documento será enviado para o Poder Judiciário relatando sobre o caso e posteriormente os supostos envolvidos no espancamento serão ouvidos e podem ter um agravamento na pena. O caso está sendo apurado internamente.
Conforme as informações do boletim de ocorrência registrado por um agente penitenciário às 19h30, os aparelhos foram apreendidos no pavilhão B, na cela B2, onde também foram achados um carregador artesanal, um chucho, além de um cabo USB e um chip. Um dos presos assumiu ser o dono dos objetos.
Já por volta das 22h, um novo boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, desta vez pelo apenado que acabara de ser espancado por outros 11 presos colegas de cela. Conforme as informações do boletim, após as apreensões dos celulares, o detento foi acusado pelos demais de ser um “X-9” (ter delatado o fato) e passou a ser agredido com socos e pontapés.

Atendimentos
De acordo com o setor de assistência social do Hospital Regional, o preso espancado foi atendido três vezes na unidade na última quarta-feira. O primeiro atendimento foi durante a madrugada, por volta de 1h, quando ele havia bebido meio copo de hipoclorito de sódio.
Pela manhã, ás 10h30, o detento deu nova entrada após ter bebido meio copo de água sanitária, e por último, às 23h, após as agressões dos outros apenados. Após os atendimentos, ele recebeu alta e passa bem.
Sobre os atendimentos no hospital, a direção da unidade prisional não se pronunciou, mas informou que vai solicitar acompanhamento psicológico para o detento.

Fonte: G1.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: