Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 9 de fevereiro de 2017

ESA/RO realiza palestra “Coach na Advocacia”, em Guajará

A atividade, ministrada pelo especialista Enoque do Carmo, contou com o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (Caaro).
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Escola Superior de Advocacia de Rondônia (ESA/RO) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) promoveu, na última sexta-feira (3), a palestra “Coach na Advocacia”, realizada na Subseção de Guajará-Mirim. A atividade, ministrada pelo especialista Enoque do Carmo, contou com o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (Caaro).
O coaching é uma vertente que visa auxiliar o profissional na orientação de sua atuação, identificando projetos e objetivos a serem traçados, neste caso, pelo advogado.
“É uma nova técnica bastante utilizada pelos advogados e escritórios de advocacia, que ajuda os profissionais a estruturarem melhor os setores de seu escritório ou empresa, e também, desenvolver habilidades comerciais e de liderança”, destaca o diretor-geral da ESA/RO, Eduardo Abílio Diniz ao enfatizar que a palestra contribui à nova realidade no mercado profissional. 

Para a presidente da Subseção de Guajará-Mirim, Cherislene Souza, o tema não somente atualiza a classe, mas também qualifica o desempenho profissional. “Coach é uma técnica que vem sendo muito utilizada no mercado, devido elevar a performance de uma pessoa, qualificando em sua atuação profissional, o que caracteriza extrema importância para conhecimento do advogado, de forma que aumente seus processos produtivos”, pontua.
A iniciativa faz parte do cronograma 2017 da ESA/RO e será realizada, também, nas Subseções de Ariquemes, Buritis e Machadinho do Oeste, nesta semana.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: