Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 19 de janeiro de 2017

Dr. Neidson quer curso profissionalizante para uso clínico de hemocomponentes

O deputado indicou ao governo do Estado e a Fhemeron, a possibilidade de ser realizado um curso voltado a profissionais da área da saúde, sobre o uso clínico de hemocomponentes, no município de Guajará-Mirim.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O deputado Dr. Neidson (PMN) indicou ao governo do Estado e a Fundação de Hematologia de Rondônia (Fhemeron), a possibilidade de ser realizado um curso voltado a profissionais da área da saúde, sobre o uso clínico de hemocomponentes, no município de Guajará-Mirim.

Segundo o parlamentar, a indicação visa atender a população rondoniense, em especial, a coletividade de Guajará. Dr. Neidson explicou que, a transferência de um componente sanguíneo ou de sangue de uma pessoa (doador) para outra (receptor) é chamada de transfusão sanguínea.

Geralmente, destacou o deputado, os médicos prescrevem a transfusão sanguínea para aumentar o volume de sangue do organismo, aumentar o número de hemácias que transportam oxigênio, corrigir distúrbios de coagulação ou melhorar a imunidade.

“O médico, dependendo do motivo da transfusão sanguínea, irá prescrever o sangue total, com todos os seus componentes e células sanguíneas, ou então, somente os componentes do sangue, como plasma, eritrócitos, plaquetas, fatores de coagulação sanguínea ou leucócitos”, explicou Dr. Neidson.

De acordo com o parlamentar, ao prescrever os hemocomponentes isolados, o médico tratará o problema mais especificamente, diminuindo os riscos de efeitos colaterais e evitando o desperdício dos outros hemocomponentes que podem ser utilizados em outros pacientes.

O deputado ressaltou que alguns problemas podem ocorrer em virtude da transfusão sanguínea, por isso os profissionais de saúde devem tomar precauções e estarem bem preparados.

“Em uma transfusão sanguínea, as reações adversas começam em torno de 15 minutos, após o início do processo e havendo reações o profissional responsável deverá suspender imediatamente o procedimento”, observou o deputado que também é médico.

Para o parlamentar, a medida vai contribuir ainda mais com um trabalho célere e competente, oferecido pelos profissionais da área da saúde da população de Guajará-Mirim.


Utilidade pública 
Dr. Neidson é autor do Projeto de Lei nº 547/2016, que declara de utilidade pública a Associação Beneficente Acreditar, com sede no município de Candeias do Jamari.

Segundo o parlamentar, trata-se de uma entidade civil, sem fins lucrativos que tem por finalidade, dentre outras, prestar assistência educativa, de modo a organizar, desenvolver e realizar projetos de geração de renda e de inclusão social.

A Acreditar, citou o deputado, também visa contribuir com a elevação do nível de vida da comunidade, promovendo a educação, cidadania, esporte, lazer, conservação do patrimônio público, a ética, a paz, os direitos humanos, da democracia e outros valores universais.


A associação promove, ainda, estudos e pesquisas, turismo ecológico, ambiental, extrativismo de matéria prima da floresta, tecnologias alternativas, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos, além de desenvolver, organizar, promover e realizar projetos nas áreas de saúde humana, bem estar social, capacitação técnica e profissionalizante.

Fonte: Decom - ALE/RO.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: