Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 26 de dezembro de 2016

Evento marca os 36 anos do Museu Municipal. Local guarda parte da história de Guajará-Mirim

O ato aconteceu na noite da última sexta-feira, 22, no pátio do Museu.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


No dia 22 de dezembro de 1980 foi realizada a inauguração da primeira sala do Museu de Guajará-Mirim. O evento contou com a presença ilustre do então governador do Estado de Rondônia, Coronel Jorge Teixeira de Oliveira.
Decorridos 36 anos, o Museu Histórico Municipal de Guajará-Mirim brindou o público presente com uma solenidade que marcou a entrega de títulos de Mestre Tradicional de Guajará-Mirim à pessoas que se destacaram em suas áreas de atuação nos campos literário, cultural e turístico. O ato aconteceu na noite da última sexta-feira, 22, no pátio do Museu.

 Integrantes da Banda de Música do 6º BIS abrilhantaram o evento, que contou com a exposição fotográfica do profissional Vitor Augusto Maia e apresentação da Igreja Metodista Wesleyana.
O Museu Histórico Municipal de Guajará-Mirim funciona no prédio histórico da Estação de Trem da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, e objetiva a valorização da dignidade humana, a promoção da cidadania, o cumprimento da função social da Administração Pública, a valorização e preservação do patrimônio histórico e cultural, a universalidade do acesso, o respeito à diversidade cultural e o intercâmbio institucional.
As instalações do Museu Municipal abriga também o Memorial do Seringueiro, que é denominado “Seu Manduca”, que nasceu de uma iniciativa do Governo Municipal para reconhecer e valorizar esse importante personagem da história do município de Guajará-Mirim.

Homenagens foram realizadas pela Semcet.
 A despeito do personagem do seringueiro, o professor municipal da área ribeiranha, João Vargas Bejarano, que trabalha na localidade de Margarida, no Rio Pacaás Novos, e que também é cantor e compositor, compôs uma música que já apresentou em festivais na cidade, denominada “Sou Seringueiro Sim Senhor”, cujos versos destacam: “Sou seringueiro e pioneiro deste chão que você pisa... A minha história se fundamenta no crescimento deste rincão brasileiro... Por favor, tenha respeito... Sou seringueiro sim senhor... Caboclo guerreiro de valor...”

Fonte: Divisão de Comunicação da PMGM

Fotos: SEMCET

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: