Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 5 de outubro de 2016

Ex-jogador do Morumbi foca em 2017 e sonha defender o São Paulo

Após o estadual, Hércules treina sozinho para manter forma física. Atleta quer seguir carreira fora do estado e jogar no Tricolor Paulista, na Série A
Hercules, ex-jogador do Morumb.
Sem clube desde o final do Campeonato Rondoniense, o meia esquerda Hércules Henrique segue a rotina de treinos pesados em busca de aprimoramento físico e evolução tática em Guajará-Mirim. Com 19 anos, o ex-jogador do Morumbi já pensa na próxima temporada e sonha em um dia poder jogar na Séria A do Brasileirão pelo São Paulo, time do coração. "Seria a glória máxima", diz.
Neste ano a trajetória de Hércules teve altos e baixos com a campanha do Tricolor da Pérola do Mamoré. Reserva nas primeiras quatro partidas do primeiro turno, o jovem e inexperiente jogador ganhou a titularidade no colo e desde então não saiu mais do time. Atuando como volante, meia, lateral e até de atacante, o atleta ganhou a confiança do português Fernando Lage e de Willian Batista, que assumiu o grupo no segundo turno.  
Pela raça e empenho nos treinamentos, Hércules foi carinhosamente apelidado de "Mascherano" pelos companheiros, pela semelhança com a garra do jogador argentino Javier Mascherano, que joga no Barcelona e na seleção da Argentina. Após o estadual, chegou a ser sondado pelo Rondoniense para disputar o estadual sub-20, mas decidiu não ir para não prejudicar o ano letivo no ensino médio.
Apesar de não ter marcado nenhum gol como profissional nas 14 partidas que disputou com o clube, o jogador tem muito a agradecer ao clube que lhe deu sua primeira oportunidade no futebol profissional, pois segundo ele, "o sonho apenas começou".
– Corria demais no campo, ai começaram a me chamar de Mascherano (risos). Sou novo e fui lançado no futebol neste ano, por isso sou grato ao Morumbi. Um homem sem sonhos é um homem morto, e o meu apenas começou. Tenho metas e ambições, sonho em seguir minha carreira e vestir a camisa do São Paulo, chegar na seleção brasileira e jogar uma Copa do Mundo. Muitos riem quando falo, mas aquele que busca, se dedica e se sacrifica um dia alcança seu objetivo. Isso me dá forças para continuar – disse Hércules, em tom de desabafo.

Hercules atuou pelo Morumbi em 2016 e se planeja para voltar ao profissional em 2017.
Mesmo sem disputar nenhum campeonato de alto nível, o meia corre todos os dias, faz trabalhos de fundamentos e finalizações, além de fazer fortalecimento muscular na academia. Tudo para estar em condições de disputar o estadual de 2017, mesmo sem a certeza da participação dos dois clubes representantes de Guajará-Mirim.
– É difícil manter a motivação sabendo que talvez os clubes não voltem, ninguém sabe. Procuro focar no meu sonho e estar preparado se a chance aparecer. Tive propostas do GEC neste ano, mas optei pelo Morumbi. Ano que vem posso vestir a camisa do GEC, tudo pode acontecer. Tenho minha rotina de treinos todos os dias, jogo minha pelada com meus amigos e disputei alguns campeonatos amadores aqui na cidade e também na Bolívia. Procuro manter o ritmo, treinando e jogando também, mesmo que seja no amador – relatou o atleta.

Fonte: Globo Esporte.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: