Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 8 de outubro de 2016

Dor e revolta marcam sepultamento de vítima de latrocínio

Em Guajará-Mirim/RO, familiares e amigos prestaram sua última homenagem ao servidor público municipal e música Márcio Paz Menacho na manhã desta sexta-feira (07), no Cemitério Santa Cruz. Dor e revolta marcou o momento da despedida.


Várias pessoas acompanharam o cortejo.

Em Guajará-Mirim/RO, familiares e amigos prestaram sua última homenagem ao servidor público municipal e músico Márcio Paz Menacho na manhã desta sexta-feira (07), no Cemitério Santa Cruz. Dor e revolta marcou o momento da despedida.

Faixas e camisetas expressavam a dor e a saudade de familiares.
 Márcio foi vítima de latrocínio ocorrido no início da noite de quarta-feira (05) dentro de sua própria residência, quando o assaltante roubou a motocicleta modelo Biz e ainda alvejou a queima roupa a vítima. O veículo foi recuperado pelas Polícias Civil e Militar, o acusado de cometer o crime foi preso, sendo Américo Carneiro de Souza Neto, de 22 anos, que confessou a prática do latrocínio e foi transferido para um presídio em Porto Velho/RO, para garantir sua integridade física já que a população tem demonstrado bastante revolta com o crime.

A esposa de Márcio, Professora e Acadêmica de Direito, Janaína Menacho, passou o dia 06, data de seu aniversário, velando o esposo, revoltando ainda mais familiares e amigos. Uma carreata exigindo segurança e paz no município foi mobilizada pela Associação Comercial e Industrial de Guajará-Mirim, no último dia 06, onde empresários, comerciantes, estudantes e comunidade participaram.
O cortejo saiu por volta de 10h15min, da Igreja Cristo Redentor, onde foi velado. Pela principal Avenida do município, XV de Novembro, o cortejo seguiu até o Cemitério Santa Cruz, onde muitas pessoas participaram. A Marujada do Boi Bumbá Flor do Campo fez sua última homenagem ao seu integrante, com a batucada. Márcio participou por 21 anos do Flor do Campo. 

Sandro Menacho, irmão de Márcio, agradecendo os membros do Flor do Campo durante a despedida.
 Os três filhos do casal se fizeram presentes, mas o filho de 12 anos que presenciou o crime estava e continua bastante inconformado com perda do pai. Dor e revolta marcou o momento da despedida, comovendo a todos os presentes.
Márcio recebeu aplausos dos presentes durante o sepultamento e a música preferida em espanhol dele foi cantada.
Fonte: O MAMORÉ.



Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: