Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 11 de outubro de 2016

CRIME E CASTIGO

Por Fábio Marques.
Por Fábio Marques
O trágico evento que culminou na morte do servidor público e artista musical Márcio Menacho e abalou a cidade inteira na semana passada, preocupa a todos pela urgente precisão de mudanças nas leis criminais e nos fatos puníveis.
Em virtude da frouxidão das leis, aumentam todos os dias o número de marginais. Nos programas de notícias, matérias sobre roubos, assaltos e outros delitos tornaram-se lugar-comum. A situação da violência na cidade já começa a parecer coisa fora de controle da polícia e da justiça. Guajará-Mirim, de tão ordeira e tão pacata, está passando a figurar como uma das cidades mais violentas do Estado.
Daí promovem-se passeatas pela paz e pela não violência. Nada contra o sagrado e saudável direito de protestar - afinal vivemos numa democracia - mas em situações como esta, a estampa que se projeta é a da hipocrisia. Embora a maioria das pessoas presentes a estes tipos de evento possuam de fato boas intenções, alguns festivos que participam destes protestos, nos finais de semana também dão suas cheiradas ou um “pauzinho” num baseado. Ou seja, de alguma forma, mesmo que inconscientes, ajudam a financiar a violência através do incentivo ao comércio ilegal do tráfico de drogas.
A solução no momento, antes que mudanças nas leis ocorram, coisa que é muito difícil, é que se decrete intervenção na cidade através de forças especiais como o Exército e todas as polícias, que iriam vasculhar bairro a bairro vestígios de ilícitos. Lógico que tudo dentro da lei e sem desrespeitar a constituição. Onde houver indícios ou suspeitas, que se coloque na parede, que se reviste. E a confirmar as suspeitas, que se trancafie. Haverá desgastes? Com certeza. Mas a cidade e os cidadãos de bem vão sair ganhando. Uma ação conjunta entre Exército e divisões de polícia, com aprovação da justiça e com respaldo num bom trabalho de apuração, faria com que esta operação tivesse presença atuante em todos os bairros 24 horas. Muitos meliantes iriam superlotar ainda mais a cadeia.
Aí a gente adentra num outro problema: as cadeias estão superlotadas. E superlotadas de gente da pior espécie. Quando réus primários vão presos, colocam junto aos de alta periculosidade. Aí acabou. Os caras aderem à academia do crime e acabam saindo de lá piores do que quando entraram. Se transformam em bandidos de verdade e aterrorizam a vida de quem vive uma vida racional.
Então que ocorram mudanças também no código penal em relação a esta situação. Que se acabe com as cadeias urbanas criando prisões agrícolas. Prisão perpétua para todos os crimes bárbaros. E prisão agrícola para todos os apenados, inclusive para os políticos, estes os piores, pois são aqueles que deveriam dar o exemplo.
##########

Para o amigo Márcio Menacho, que foi embora deixando um vazio muito difícil de se preencher: Descansa em paz amigo. Imagino para quem embarca nesta viagem para sempre, tanto faz o frio mármore do mausoléu como a sepultura coberta apenas pela terra pesada da necrópole em que todos se ajuntam e se igualam. Entre os mortos não existem sistemas sociais. São os ossos do ofício. Ficarás conosco entre músicas e lembranças. Não esquenta não. Qualquer dia iremos te visitar a fim de prestigiar a mágica do teu teclado na orquestra celestial eterna.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: