Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 25 de setembro de 2016

Projeto atende cerca de 200 indígenas na área da saúde em Guajará-Mirim

Evento 'Pró-Social Indígena' está na 4ª edição e aconteceu neste sábado. Consultas médicas e oficinas foram algumas das atividades oferecidas.
Indígenas receberam atendimentos gratuitos na saúde e social em Guajará-Mirim.
Em Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho, cerca de 200 índios de 46 aldeias e mais de 30 etnias receberam atendimentos gratuitos nas áreas da saúde, educação e social através do 'IV Pró Social Indígena' na manhã deste sábado (24). Os atendimentos foram exclusivos para os indígenas das 8h às 14h no Hospital Bom Pastor, localizado na Avenida Pimenta Bueno, no Bairro Centro.
Aproximadamente 60 servidores do hospital e também da Casa de Saúde Indígena (Casai), além de seis médicos especialistas, que estiveram à disposição dos indígenas durante a programação de forma voluntária.
O diretor geral do Hospital Bom Pastor, Geraldo Fonseca, explicou que o objetivo da ação é oferecer a comunidade indígena atendimentos gratuitos que são pouco oferecidos nas aldeias, devido a localização e dificuldades de locomoção.
Para o coordenador da Casai no município, Valdeires Rocha, a ação é importante para dar aos índios a oportunidade de receber atendimentos que não são oferecidos nas aldeias constantemente.
Indígenas puderam realizar exames e fazer
consultas com especialistas.
“Temos a missão de atender localidades de difícil acesso, principalmente neste período de seca, que dificulta ainda mais a locomoção dos barcos nos rios. Uma ação desse porte em prol da saúde indígena é de suma importância para nos auxiliar nesse trabalho”, comentou Valdeires.
Uma das atendidas foi a estudante Maria Oro Waram Oro At, de 18 anos, que aproveitou para fazer testes rápidos e consultas com dentista, nutricionista e clínico geral, além de assistir uma palestra educativa sobre amamentação.
“Gostei muito, nem sempre tem isso nas aldeias. Com certeza foi muito bom a gente participar. Aprendi muita coisa na palestra”, disse a índia.
Os atendimentos oferecidos foram consultas médicas, exames laboratoriais, raio-x, nutrição, oftalmologia, odontologia, obstetrícia, pediatria, testes rápidos de hepatite B, C e HIV, expedição de documentos, oficinas de teatro e dança, palestras educativas, corte de cabelo, curso de artesanato com materiais reciclados, lanche e uma apresentação cultural do Boi Bumbá Malhadinho.
O evento foi idealizado e organizado pela Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar Pró Saude, que administra o Hospital Bom Pastor. Para realizar a programação, a unidade recebeu apoio da Casa de Saude Indígena (Casai), Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) e Secretaria Municipal de Saude (Semsau).

Fonte: G1.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: