Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 21 de agosto de 2016

MP, PF e PM deflagram operação contra “bocas de fumo” em Guajará-Mirim e Nova Mamoré

Uma grande operação foi realizada no município de Guajará-Mirim/RO e Nova Mamoré/RO, para combater o tráfico de drogas.
Delegado da PF, Heliel Martins, Promotora de Justiça Fernanda Pöppl e o Tenente PM Felipe Fernandes durante coletiva a imprensa.



Uma grande operação foi realizada neste sábado (20), no município de Guajará-Mirim/RO e Nova Mamoré/RO, para combater o tráfico de drogas. Denominada Operação Paiol, foram cumpridos 15 mandados de buscas e apreensões em 18 lugares, várias pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Federal sendo autuadas em flagrante 3 pessoas.
Policiais durante a ação.
 A Promotoria Pública em Guajará-Mirim, através do Ministério Público, por meio da Promotora de Justiça, Fernanda Alves Pöppl solicitou um levantamento de locais onde funcionava como comercialização de substância entorpecente, com o trabalho conjunto do Núcleo de Inteligência do 6º Batalhão de Polícia Militar e da Polícia Federal foi possível realizar esse levantamento ao longo de um ano. A promotora encaminhou ao Poder Judiciário Estadual em Guajará-Mirim providências quanto aos mandados de buscas e apreensões, após atualização dos atuais locais foram expedidos 15 mandados em 18 locais, sendo cumpridos em 05 locais em Nova Mamoré, nos bairros: Planalto, Santa Luzia, Triângulo e Travessa São Francisco; já no município de Guajará-Mirim foram 13 ordens judiciais nos bairros: Jardim das Esmeraldas, Nossa Senhora de Fátima, Santa Luzia, Serraria e Cristo Rei. 

Materiais utilizados para a comercialização de substâncias entorpecentes foram apreendidos.
 Além de apreenderem substância entorpecente, objetos usados para a confecção de papelotes ou trouxinhas também foram apreendidos. Dois homens foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e uma mulher de nacionalidade boliviana foi presa por contrabando, onde foram apreendidos em sua residência vários litros de combustíveis de origem boliviana. Diversas pessoas e usuários de drogas foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Federal, onde foram instaurados inquéritos policiais onde as pessoas envolvidas com a comercialização de drogas serão indiciadas e dois Termos Circunstanciado foram lavrados em desfavor de usuários de drogas.
A Operação Paiol contou com 45 policiais militares lotados em Guajará-Mirim e Nova Mamoré, bem como policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) lotados na Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron); 30 policiais federais, 07 delegados da PF e 01 promotora de justiça.
A promotora Fernanda Pöppl que esteve in loco acompanhando toda a operação, salientou que o sucesso da operação deve-se ao trabalho conjunto das Polícias que desarticulou 18 pontos de comercializações de substâncias entorpecentes e até mesmos de receptação de objetos roubados/furtados. Locais em condições sub-humanas e a presença de crianças nesses locais foram enfatizados pela promotora que acionou o Conselho Tutelar. Alguns desses locais onde foram cumpridos os mandados judiciais o MP solicitará providências quanto às medidas administrativas da Prefeitura Municipal para sejam tomadas a fim de desarticular o funcionamento desses locais e principalmente em locais conhecidos por “fumódromo”.
 
Promotora Fernanda Pöppl (c).
 Durante entrevista ao jornal e site “O Mamoré”, a promotora acredita que com o trabalho realizado pela operação surta uma diminuição de roubos, furtos e receptação de objetos em ambos os municípios, já que a comercialização de substâncias entorpecente fomenta a prática ilícita dos usuários. Afirmando que a população tem sentido muito a prática de furtos/roubos e receptações em ambos os municípios, ainda mais por ser tratar de zona de fronteira que estão ligadas ao tráfico de drogas.
A promotora garantiu que esta é apenas a primeira fase e que outras ações ocorrerão no decorrer do ano. Disse ainda que a Promotoria está trabalhando, embora prefira não se manifestar, mas agir e finalizou garantindo que grandes ações a comunidade receberá no combate de ações ilícitas em ambos os municípios, Guajará-Mirim e Nova Mamoré.
O Tenente PM Felipe Fernandes Cota de Araújo, comandante da Divisão de Operações e do Comando do GOE (Unesfron) e delegado de Polícia Federal, Heliel Martins, enfatizaram a parceria das instituições que garantiu o sucesso da Operação.

Operação Paiol
Faz a referência ao delito de tráfico de drogas como mote, verdadeiro estopim ou “barril de pólvora” às inúmeras mazelas sociais que decorrem do tráfico e do consumo de entorpecentes, dentre as quais se destacam o efeito catastrófico sobre a vida e a saúde do usuário e de seus familiares e o fomento de inúmeros outros delitos, como o tráfico de armas e de pessoas, a receptação de veículos e de outros bens, homicídios e agressões diversas, furtos e roubos, dentre inúmeros outros.
Fonte: O MAMORÉ.




Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: