Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 2 de julho de 2016

Mais de 6 mil eleitores não poderão votar em Guajará e Nova Mamoré,

As eleições municipais para a escolha de vereadores e prefeito irá acontecer no dia 2 de outubro em todo Brasil. Em Guajará-Mirim e Nova Mamoré (RO), cidades localizadas a mais de 300 quilômetros de Porto Velho , mais de 6 mil eleitores não poderão votar, devido estarem com os títulos eleitorais cancelados ou suspensos. De acordo com a 1ª Zona Eleitoral, que abrange os dois municípios e distritos próximos, o prazo para regularizar o título foi encerrado no último dia 4 de maio.
O chefe substituto da 1ª Zona Eleitoral, Assis Herter, informou que durante o período oficial de regularização, foram atendidos aproximadamente 650 eleitores, para emissão de 1ª e 2ª via de títulos, transferência, revisão e regularização. Segundo ele, muita gente não procurou o cartório no prazo estabelecido e não poderão exercer o voto na próxima eleição.
"Tivemos muitos eleitores que deixaram para a última hora e não conseguiram fazer a regularização a tempo. Outro motivo foi a falta de recursos da Justiça Eleitoral para realizar esse tipo de atendimento nas zonas rurais e comunidades ribeirinhas. No total temos 6.232 pessoas com títulos cancelados ou suspensos em Guajará e Nova Mamoré, que não irão votar neste ano. A quantidade de eleitores aptos ao voto em Guajará é de 28.042, já em Nova Mamoré temos 16.981 aptos", declarou o servidor.

Assis Herter, chefe substituto da 1ª Zona Eleitoral
de Guajará-Mirim

Assis explicou ainda que o eleitor pode ter o título cancelado ou suspenso se não comparecer por três eleições seguidas ou se não tiver feito o recadastramento biométrico.
"Cada turno é considerado uma eleição e se o eleitor não comparecer e nem justificar o voto, o título é cancelado. A biometria é obrigatória para os eleitores, portanto, quem não procurou fazer no prazo, também terá o título suspenso. Isso pode gerar transtornos para o cidadão, pois o título é essencial para diversas situações, como tomar posse em concurso público por exemplo", finalizou.
Após o encerramento do prazo de regularização, os únicos atendimentos que estão sendo realizados no Fórum Eleitoral de Guajará-Mirim, são a emissão da 2ª via do título e o pagamento de multas pendentes. Os eleitores que estão com os títulos irregulares ou com alguma pendência só poderão ficar quites com a Justiça Eleitoral a partir da segunda quinzena de novembro deste ano, no prédio da 1ª Zona Eleitoral, localizado na Avenida Cândido Rondon, 784, bairro Almirante Tamandaré.

Fonte: G1.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: