Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 23 de julho de 2016

Fisiculturista vence anorexia com ajuda do esporte e conquista títulos em RO

Classificada para o Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo, a rondoniense Dounia Bouchabki segue em treinos diários para lutar por mais uma vitória na modalidade
Fisiculturista Dounia Bouchabki

 Uma época difícil na vida da rondoniense Dounia Bouchabki foi superada, e o esporte entrou como um aliado imprescindível para a cura. Diagnosticada com anorexia, Dounia começou a definhar devido a alimentação fraca, chegando a pesar 45 kg. Decidida a mudar de vida e não ceder a depressão, encontrou na corrida uma válvula de escape e uma forma de melhorar a saúde. Hoje, fisiculturista, a atleta é a atual vice-campeã estadual pela categoria Wellness e está se preparando para encarar o Brasileiro da modalidade.
Nascida em Guajará-Mirim, Dounia explica que chegou a ficar longos tempos sem comer e que para tentar alcançar o padrão de beleza que idealizava, perdeu muito peso.
– Cheguei a pesar 45 kg, ficava sem comer, e apesar de todos dizerem que estava muito magra, eu não acreditava. O padrão de beleza que estava em minha mente era assustador, pois quanto mais magra eu estava, melhor eu me sentia. Mesmo com dores e enjoos por falta de comida, eu seguia cega nessa ilusão, por isso radicalmente lutava contra a vontade de comer, adquirindo essa doença - ressalta.
Depois passar mal em frente em uma calçada, Dounia procurou ajuda médica e logo foi diagnosticada com a doença. Passou por tratamento com medicamentos fortes e para não entrar em depressão, nesta mesma época a atleta começou a correr diariamente.
Fisiculturista Dounia Bouchabki
- Estava tomando medicamentos fortes, sabia que minha condição não era boa, e que minha saúde estava prejudicada. Logo após o início do tratamento, mais fortalecida, passei a correr todos os dias.. Foi esse o meu primeiro contato mais próximo com um esporte. Fiquei pouco mais de um ano apenas praticando a corrida, mas depois de assistir um campeonato de fisiculturismo, me interessei e passei a malhar, o que mudou completamente a minha vida, autoestima e saúde - comenta.
Aos 41 anos, pesando 63 kg e treinando todos os dias, Dounia faz a combinação de exercícios com dieta balanceada, além de acompanhamento médico, buscando a conquista do título.
- É um trabalho árduo, abro mão de muitas coisas, mas fico cada vez mais feliz em ver a evolução do meu corpo e a melhoria da minha saúde. Conto com o apoio da minha família e amigos e o que mais me motiva é ver que hoje fui curada de uma doença que quase me levou a morte, e de forma saudável. Admiro meu corpo - finaliza.
O Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo será realizado em São Paulo, no Ginásio Anhembi, nos dias 29, 30 e 31 de julho.

Fonte: Globo Esporte/Lívia Costa.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: