Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 30 de junho de 2016

Justiça determina prisão temporária em desfavor de três suspeitos envolvidos em homicídio ocorrido na área rural de Guajará-Mirim

Durante a tarde desta quarta-feira (29) foi cumprido à prisão temporária de dois homens e uma mulher, o trio é suspeito de estar envolvido com a prática do crime ocorrido na área rural do município de Guajará-Mirim no último dia 19 de maio.




Durante a tarde desta quarta-feira (29) foi cumprido à prisão temporária de dois homens e uma mulher, o trio é suspeito de estar envolvido com a prática do crime ocorrido na área rural do município de Guajará-Mirim no último dia 19 de maio.
Após investigação realizada pela equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios, chegou a suspeita de dois homens e uma mulher estarem envolvidos de um crime contra a vida do agricultor Antônio Humberto Batista Rodrigues, de 41 anos, encontrado sem vida com um golpe na cabeça e o corpo em avançado estado de putrefação, em um matagal, na propriedade localizada na reserva extrativista do Rio Ouro Preto, km 80, Ramal Serra Grande.


Foram presos os três agricultores, em uma residência situada a Avenida Mário Peixe, bairro Santa Luzia: Benedito Cândido Da Silva, de 48 anos, João Francisco Alves Vargas, de 57 anos, Jucimar Cardoso Da Silva, de 46 anos. O trio foi encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, após o exame de corpo de delito foram encaminhados para a Casa de Detenção Masculina de Guajará-Mirim, a mulher foi encaminhada para o Albergue Feminino.



O crime

Após alguns dias desaparecido, agricultor é encontrado sem vida no final da manhã do dia 20 de maio, na
área rural do município e a Polícia acredita que o mesmo foi vítima de agressão.




Pela manhã desta sexta-feira, um agricultor de 49 anos foi até o sítio de sua esposa, localizado na Reserva Extrativista Rio Ouro Preto, Km 80, Ramal Serra Grande, na companhia de um outro agricultor no intuito de realizarem o trabalho com espigas de milho, não encontrando o agricultor conhecido por Antônio, de aproximadamente 41 anos, que vivia no sítio da proprietária. A motocicleta de Antônio encontrava-se no local, acreditando que o mesmo pudesse estar na redondeza, a dupla seguiu para o trabalho que os levou até ao sítio. Por volta do meio dia, o agricultor aproximou-se de um poço para puxar água momento que avistou a vegetação amassada, vestígios de sangue e muitas moscas naquele local, com receio de se aproximar conseguiu ainda avistar uma rede com marcas de sangue. Os dois seguiram para a área urbana e procuraram a Delegacia de Polícia Civil onde denunciaram o ocorrido. O agricultor na companhia de policiais civis, equipe da Divisão de Homicídios, e perito retornou ao sítio e encontraram em estado de putrefação o corpo de Antônio. Após os trabalhos no local, os policiais e perito transportaram o corpo no veículo rabetão até ao necrotério do Hospital Regional. A vítima apresentava uma grave lesão na cabeça que provocou um buraco nos olhos, acredita-se que uma paulada tenha atingido a vítima. Veja matéria: http://www.omamore.com.br/2016/05/vitima-de-violencia-corpo-de-agricultor.html
Fonte: O MAMORÉ
Fotos: Assessoria Polícia Civil.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: