Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 29 de junho de 2016

Guajará-Mirim: Reserva combate crimes ambientais

Operação desmonta grupo que praticava pesca, caça e mineração ilegais. Com os detidos, foram encontrados armas, motosserras, 40 kg de peixes e minério dourado
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) acaba de deflagrar a Operação Fogo Amigo, que desbaratou quadrilha que praticava pesca, caça e exploração mineral na Reserva Extrativista (Resex) Rio Ouro Preto, em Rondônia.

O grupo era formado por 12 pessoas. No momento da abordagem, três fugiram em direção à floresta, mas as demais foram detidas e conduzidas à Polícia Federal. Com o grupo, foram encontrados armas, munições, duas motosserras, 40 quilos de peixes, minério dourado ainda não identificado e azougue (substância utilizada na garimpagem).

Todo o material apreendido, em especial o minério dourado e a substância usada na garimpagem, será periciado pela Polícia Federal. Já o ICMBio cuidará de todo o trâmite da autuação administrativa dos envolvidos. A operação contou com o apoio do Ibama e Polícia Ambiental estadual.

Suspeita

Segundo gestores da Resex Rio Ouro Preto, a suspeita é que a quadrilha seja composta por servidores públicos e empresários e tem como principal objetivo a exploração ilegal de minério em unidades de

Ainda segundo os gestores, desde algum tempo, havia denúncias feitas por moradores de que pessoas estariam realizando pesquisa mineral não autorizada, além de caça e pesca predatórias, no interior da reserva. Na semana passada, após receber informação de que um grupo teria entrado sem autorização na unidade, a equipe comandada pelo chefe da UC deflagrou a operação.

Sobrevoo

De início, os agentes localizaram dois veículos que estariam estacionados no Barracão do Pompeu, no interior da UC, há mais de uma semana, sendo um deles de propriedade do governo estadual e outro de particular.

Com o apoio do helicóptero do Ibama, foi realizado um sobrevoo que constatou a presença de duas embarcações com várias pessoas no interior da unidade. Na sequência, os agentes e policiais fizeram a abordagem por terra, desbaratando o grupo.

Fonte: Comunicação ICMBio

conservação (UCs) federais, estaduais e terras indígenas na região de Guajará-Mirim e Vila Nova do Mamoré, onde fica a reserva, utilizando, para isso, moradores tradicionais como guias e barqueiros.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: