Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 24 de junho de 2016

Coluna Almanaque - ENTRE OUTRAS COISAS...

Por Fábio Marques.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Fábio Marques
 
Hoje boa parte da população encontra-se na economia informal, sem nenhuma garantia de futuro promissor ou ainda que lhes assegurem um básico que lhes preencham as necessidades. Enquanto isso, uma enorme parcela da população ativa deseja adentrar o setor público através dos concursos. É uma inversão de valores. Para que uma sociedade alcance o progresso, deve-se incentivar a iniciativa privada e não a procura do Estado como solução. É preciso valorizar a economia de mercado.
##########
Às vésperas de mais uma eleição, uma coisa “sui-generis” ocorre nos bastidores da política municipal. Com pré-candidatos a prefeito ainda naquela fase de discrição e cautela, mais afoitos aparecem os candidatos a vice-prefeito. Nesta parada, nada revela mais a miséria dos fins do que os meios e métodos que ora se fazem presentes para atingir objetivos obscuros. Um lembrete: vice-prefeito não manda em nada, vice-prefeito não apita em nada, vice-prefeito não tem a caneta, não decide projetos, não tem voz de comando, não paga fornecedor, não dá as diretrizes do que o executivo irá fazer durante o mandato.
Em suma, vice-prefeito nada mais é do que um enfeite, uma alegoria do Poder Executivo cujo encargo é dialogar, negociar e se entender com a Câmara, instituições e atores sociais. Mas como a estrada do inferno é cimentada pelas boas intenções, na contramão, o trabalho do vice-prefeito pode também se reduzir a ficar mexendo os pauzinhos para que o próprio prefeito seja cassado por qualquer ato irregular.
##########

Está provado que toda corrupção começa na época de eleições. Começa com as empresas que procuram os políticos a fim de fecharem acordos e acaba com os próprios políticos que aliciam o povaréu com esmolas e ajudinhas, porque afinal, quanto mais pobre o indivíduo, mais fácil fazer ele de burro-de-carga. Nesta discussão, não deixa de ser preocupante a previsão de que uma parcela do eleitorado ainda seja alvo de fantasias e de promessas, ou ainda pior, de troca de interesses. Exatamente por estes fatores é que Guajará-Mirim ainda se encontra no atraso.
##########

Segundo matéria publicada no portal da Rede Globo, conexão local, nos últimos meses a Nuvepa acusou 22 casos de pessoas infectadas pelo mosquito Aedes Aegipty, transmissor da dengue. O caso alarma, uma vez que a época em que mais ocorrem as infecções é nos primeiros meses do ano, quando as chuvas são freqüentes quase que todos os dias e, portanto muito mais vultosa a proliferação do anopheles devido aos criadouros formados pelas águas empoçadas. Aconselha-se às famílias que tenham cuidado com vasos de planta que acumulam água, garrafas vazias e vasilhas plásticas em desuso nos quintais de suas casas. E que de vez em quando borrifem os cômodos de suas vivendas com os neocides e detefons da vida.
##########

Com um notável trabalho mostrado a frente do parlamento municipal, o vereador Paulo Nébio deve ser um dos mais prováveis edis a retornar à Casa de Leis após as eleições de 2016. O vereador está em seu segundo mandato, o que lhe confere experiência, preparo político e “norrau” técnico dos problemas municipais. Tido como um político que sabe utilizar-se de sua boa educação e jogo de cintura para conseguir as melhorias que a cidade precisa, Paulo Nébio tem atuado como um genuíno porta-voz dos anseios da população.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: