Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 13 de maio de 2016

Vereadores faltam e sessão não acontece em Guajará-Mirim

A sessão ordinária do Legislativo guajaramirense em menos de 20 minutos iniciou e logo foi encerrada nesta quinta-feira (12), por falta de quórum na Câmara Municipal. Dos 11 vereadores, apenas 05 compareceram e um chegou atrasado ao Plenário.

Apenas cinco vereadores compareceram a sessão e um chegou atrasado.


A sessão ordinária do Legislativo guajaramirense em menos de 20 minutos iniciou e logo foi encerrada nesta quinta-feira (12), por falta de quórum na Câmara Municipal. Dos 11 vereadores, apenas 05 compareceram e um chegou atrasado ao Plenário.
A sessão marcada todas as quintas-feiras, exceto nos feriados e recesso legislativo, devem iniciar às 19h30min, de acordo com o Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Guajará-Mirim. A sessão iniciou já por volta de 19h45min, mas logo foi necessário encerrar os trabalhos, pois não havia número suficiente de vereadores para continuar a sessão. O vice presidente, vereador Arão Wao Hara conduziu o início da sessão, onde foi realizada a chamada dos vereadores pelo Presidente em exercício para compor os seus lugares, os vereadores presentes foram: Aldemir Carneiro de Oliveira, o Irmão Dênis; Cleber José Freitas; Josué Viana Dácio, o Bocão; e Sérgio Bouez, como o quantitativo de vereadores não era suficiente, logo foi encerrada. Quando já havia encerrado a sessão chegou o vereador Nham-Pá Oro Win. A reportagem do “O Mamoré” apurou junto a assessores e diretores na Câmara de Vereadores que o presidente Paulo Nébio Costa da Silva está no município de Costa Marques/RO, os vereadores Jorge Lopes Câmara e Fabio Garcia de Oliveira no dia da sessão encontravam-se em Porto Velho/RO. Já os vereadores Célio Targino de Melo e Augustinho Figueiredo, de acordo com informações encontram-se em Brasília/DF. Nesta legislatura esta é a primeira vez que ocorre fato desta natureza.
O Mamoré foi informado que durante a sessão nenhum dos vereadores ausentes justificaram. Segundo um servidor da Casa de Leis, os edis tem até a próxima semana para justificar a ausência.
A falta de sessões é um quesito para o desconto no salário mensal de um vereador, que hoje recebem em média R$ 4.200,00, cada diária paga ao um vereador para deslocamento dentro do estado de Rondônia é de R$ 350,00 e fora do estado é pago a quantia de R$ 750,00, a diária.
As sessões quando realizadas, permitem que os vereadores discutam, relatem, critiquem ou elogiem o trabalho da Prefeitura, já que um dos principais papeis de um edil é fiscalizar e controlar diretamente os atos do Poder Executivo incluído os da administração indireta e fundacional.
Fonte: O MAMORÉ.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: