Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 2 de maio de 2016

Para evitar entrada de objetos, guarita será reativada em presídio de Guajará

Local terá vigilância de agentes penitenciários 24h por dia, em Guajará, RO. No último mês mais de dez aparelhos de celulares foram apreendidos.
Guarita externa do presídio masculino será reativada.

A guarita de segurança externa do presídio masculino de Guajará-Mirim, a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho, será reativada e deverá ter fiscalização 24h por dia a partir desta quinta-feira (28). O objetivo da reativação é coibir a entrada de objetos como celulares, drogas e armas artesanais que são arremessados por cima do muro e apreendidos com frequência.
Ainda de acordo com a direção, vários equipamentos estão sendo utilizados durante as revistas, mas os objetos continuam entrando na unidade através do campo de futebol do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) que fica ao lado da unidade. As últimas apreensões ocorreram nos dias 13 e 14 deste mês, na qual foram encontrados vários celulares, drogas, bijuterias e carregadores artesanais.
A capacidade máxima do presídio é de 160, mas atualmente existem 210 presos. No prédio há 23 câmeras de monitoramento em funcionamento, porém nenhuma está na área da guarita externa, o que facilita a ação dos suspeitos que arremessam os objetos.
Em entrevista ao G1, o diretor geral da Casa de Detenção, Jefferson Carlos Caetano, disse que com a reativação os agentes penitenciários poderão fiscalizar mais intensamente o interior dos pavilhões e banho de sol.
"Temos dois pontos vulneráveis, sendo as áreas das polícias civil e militar que ficam ao lado da unidade. Os objetos são arremessados principalmente de madrugada e as vezes apreendemos celulares em cima do telhado. Não há como identificar quem arremessa e muito menos para quem seria destinado os objetos, porque há uma guarita, porém não tem fiscalização 24h. Exatamente por isso vamos reativá-la, para coibir essa prática", justificou Caetano.
Casa de Detenção Masculina.
O diretor falou também sobre as revistas de rotina que são feitas durante os horários de visitas e as medidas de segurança para tentar impedir a entrada dos produtos. "Temos uma porta magnética, uma banco de detector de metais e quatro raquetes detectoras que são usadas no momento das visitas. São seis agentes no plantão e também vamos instalar telas de proteção. Somente neste mês pegamos mais de dez celulares", finalizou.
Procurado, o tenente coronel Lauri Guillande, atual comandante do 6º BPM, explicou que a PM não dispõe de efetivo para que a guarita da PM seja ativada durante todo o dia e que foi procurado pelo diretor geral da Casa de Detenção para que a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) ficasse responsável pela vigilância do setor.
"Meu efetivo pronto é de aproximadamente 135 policiais e somente o serviço de rádio patrulha ocupa 60 deles, fora o serviço de inteligência, do GOE, no trânsito, auxiliando no Fórum e administrativo. Não existe a menor possibilidade da PM fazer segurança de presídio, porque não tenho efetivo. Se tivesse efetivo sobrando ou suficiente, eu preferiria cuidar das ruas e fazer policiamento ostensivo. O diretor esteve aqui e alegou essas dificuldades e que tinha condições de reativar a guarita e tomar de conta com o efetivo dele”, justificou o comandante.


Fonte: G1.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: