Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 14 de abril de 2016

Comissão de Saúde fiscalizará hospitais e Unidades prisionais no interior

O presidente da Comissão de Saúde da ALE, Dr. Neidson (PMN) e os demais membros estarão nos próximos dias 28 e 29 de abril, realizando fiscalizações em hospitais do interior do Estado.

O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, Dr. Neidson (PMN), durante a reunião desta quarta-feira (12), comunicou que ele e os demais membros estarão nos próximos dias 28 e 29 de abril, realizando fiscalizações em hospitais do interior do Estado.

Ao mesmo tempo, juntamente com o presidente da Comissão de Segurança Pública, Jesuíno Boabaid (PMN), a comissão também irá fiscalizar algumas unidades prisionais nos municípios visitados.

Dr. Neidson explicou que as vistorias atendem a pedido dos servidores do sistema penitenciário de Rondônia que denunciaram as péssimas condições de trabalho. Em Porto Velho, o parlamentar já teria confirmado a precariedade do setor carcerário ao visitar os presídios da Capital.

Hospital de Câncer

Boabaid, durante a reunião, informou que irá protocolar denúncia recebida nesta semana, referente a situação que ele chamou de gravíssima. Segundo o deputado, crianças em tratamento no Hospital de Câncer em Porto Velho estariam recebendo a quimioterapia em pé por falta de leitos e até cadeiras.

“É uma situação desumana, absurda e apesar de ainda estar no campo da denúncia, precisamos averiguar isso in loco para analisar a veracidade dos fatos relatados”, declarou Boabaid.

A visita ao referido hospital, segundo Dr. Neidson, será realizada sem divulgação de data. “Temos que chegar de surpresa para evitar a maquiagem do local”, salientou o presidente da comissão.

Fonte: Decom - ALE/RO.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: