Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 11 de março de 2016

Realizada audiência pública com funcionário da saúde‏

O Deputado Neidson (PMN) presidiu na Assembleia Legislativa de Rondônia, Audiência Pública onde se debateu a situação e as condições de trabalho dos servidores da saúde do Estado.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Deputado Neidson (PMN) presidiu na Assembleia Legislativa de Rondônia, Audiência Pública onde se debateu a situação e as condições de trabalho dos servidores da saúde do Estado. Estiveram presentes nesta audiência a senhora Silvia Maria Nerio Piedade, representante do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), a presidente em exercício do Conselho Regional de Enfermagem (Coren) Patrícia Ribeiro, Raimundo Nonato, presidente do Conselho Estadual de Saúde, o presidente do Sindicato dos Profissionais em Enfermagem do Estado de Rondônia - Flávio Tavares, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado Caio Marin; representando a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) a senhora Neucila Baratto e ainda Bruno Rosa Balbé, presidente da Associação dos Membros da Defensoria Pública e profissionais da área.

A audiência é oriunda de reivindicação atendida pelo deputado Dr. Neidson, após reunião realizada em dezembro de 2015. 


Inúmeros participantes se manifestaram na audiência. 

Patrícia Ribeiro, do Conselho Regional de Farmácia, destacou que a categoria vem amargando péssimas condições de trabalho há anos. Elogiou o deputado Neidson pelo espaço concedido aos profissionais da área. Destacou que graças ao canal aberto através do deputado Dr. Neidson, a categoria elaborou uma pauta de reivindicações para apresentar aos parlamentares da Casa como apoio ao Projeto de Lei das 30 horas, piso salarial, direito a gratificação, aposentadoria especial, revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), entre outros.

Raimundo Nonato, presidente do Conselho Estadual de Saúde disse que Rondônia é o segundo Estado brasileiro com menor índice de óbitos, dentro de hospitais. Segundo ele, isso só é possível graças à garra dos servidores da saúde, que mesmo em condições de trabalho humilhantes, conseguem melhorar os índices da saúde do estado.

O presidente do Sindicato dos Profissionais em Enfermagem do Estado de Rondônia, Flávio Tavares, repudiou a ausência do secretário de Estado de Saúde, Williames Pimentel. Segundo ele, nenhum compromisso justifica a falta do secretário em uma reunião agendada em dezembro. Flávio disse acreditar que a situação da saúde não melhora há anos por desinteresse do Poder Público.

Caio Marin, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado destacou que a união de forças de todos os sindicatos, independente de categoria, poderia ser uma forma de luta pela salvação da saúde e melhoria na condição de trabalho e salarial de todos os servidores.

Representando a Secretaria de Estado de Saúde - Sesau, Neucila Baratto disse que o órgão quer construir uma política que atenda todos os anseios dos servidores da saúde do Estado. Afirmou que o órgão já tem um esboço da revisão do PCCS consolidado e que prioriza a carreira.
Destacou a necessidade de se construir um novo setor de neurologia e quanto ao déficit de servidores informou que existe concurso público em andamento e que no último, não houve aprovados para todas as áreas.

Bruno Rosa Balbé, presidente da Associação dos Membros da Defensoria Pública, disse que o órgão se sente honrado em participar de um ato que oportunizou o debate de um tema de extrema importância para a sociedade de Rondônia. Lembrou que é uma preocupação da Defensoria participar de perto dessas discussões.
Observou que a audiência abordou vários assuntos, em especial, questões de melhorias salariais para uma determinada classe, a da saúde, e suas categorias, sejam médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares e demais funções. No entanto, disse considerar uma discussão muito mais abrangente, uma vez que se discute algo que reflete também no usuário.

Dr. Neidson, presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social e proponente da Audiência Pública, após ouvir relatos, reivindicações, denúncias, críticas e agradecimentos de servidores e sindicalistas da área da saúde pública, concordou com a sugestão de formar uma comissão com um membro de cada sindicato, conselho e classe da área da saúde para um novo encontro. A data escolhida foi 17 de março, às 19 hs, onde também será discutido a gratificação de urgência e emergência, piso salarial e reformulação do PCCS SUS.

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: