Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 22 de março de 2016

Coluna Almanaque - A CÂMARA E A GREVE DA EDUCAÇÃO

Por Fábio Marques
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Por Fábio Marques

Em relação à greve da educação municipal, na procura por soluções factíveis para o embaraço, tem se tornado uma constante a falta de educação, a grosseria e a ausência total de respeito e elegância no trato das discussões acerca do problema. E tudo isso partindo de quem se espera exatamente o contrário: as pessoas que estão a frente da classe da Educação nesta pendenga. Estas atitudes, em vez de ajudar, só atrapalham qualquer tipo de esforço no sentido de encontrar consensos para as demandas pendentes.
Aflige ainda ter que assistir muita gente se prestando ao papel de massa de manobra neste festival de demagogia com máscara de ideologia. Tudo é política, mas política também não é tudo. Jogando para a platéia de forma irresponsável, a comissão de frente do manifesto tem tentado colocar a população contra a Câmara Municipal.
Ora! A Câmara não é culpada pela baderna na Administração Pública causada por um governo que só encontra-se onde se encontra por conta da votação da maioria dos atuantes senhores e senhoras do Sintero. Então a culpada não é a Câmara. Talvez quem sabe, os culpados por toda esta fuzarca sejam todos aqueles que hoje batalham em campos opostos mas que fizeram suas apostas no PT para governar a cidade. Já dizia um antigo ditado: todo povo tem o governo que merece.
Mas na contramão do qüiproquó, a Câmara, baseada no respeito ao Estado de Direito e à primazia da responsabilidade com as instituições, vem buscando respostas para os entraves de operação da Administração Municipal em todos os setores que a circundam. E à luz dos preceitos e controles legais, a Câmara já acionou a prefeitura para que num prazo limite, encontre as saídas cabíveis para este estado de coisas, sob pena de anulação dos atos do prefeito Dúlcio Mendes.
##########

Tendo em vista que um dos maiores problemas de todos os setores públicos hoje em dia é responder com satisfação e competência às demandas sociais decorrentes da expectativa na qualidade do atendimento e demais serviços, e sabendo de antemão que o Poder legislativo representa os mais diversos interesses sociais e políticos, é que o presidente da Câmara Municipal, Paulo Nébio (PMDB) se reuniu na semana passada com todos os empregados da Casa de Leis, com o objetivo de aprimorar o sistema funcional da instituição a fim de deixá-la mais afinada politicamente.
Entende Paulo Nébio que o serviço público não pode em hipótese nenhuma deixar a desejar, e por esta razão considera prioritário trabalhar mais as relações sociais, pois a população merece consideração e respeito

Apoio: Churrascaria e Hotel Quinzão.
              Laboratório Laden. 

Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: