Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 5 de fevereiro de 2016

Semas e Seas lançam campanha de enfretamento a exploração sexual

Com o tema “Não Desvie o Olhar”, a secretaria municipal de Assistência Social - Semas, de Porto Velho, e a Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social - Seas, lançaram oficialmente mais uma edição da campanha de Carnaval para conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e denúncia de possíveis casos de violação dos direitos da criança e do adolescente no período carnavalesco.
422016-201138-semas_seas.jpg 
Com o tema “Não Desvie o Olhar”, a secretaria municipal de Assistência Social - Semas, de Porto Velho, e a Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social - Seas, lançaram oficialmente mais uma edição da campanha de Carnaval para conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e denúncia de possíveis casos de violação dos direitos da criança e do adolescente no período carnavalesco. O lançamento foi realizado na manhã desta quinta-feira (04), no auditório do Tudo Aqui, 3° andar, no Centro de Porto Velho.

Estiveram presentes no ato de lançamento, formando a mesa de autoridades, a secretária de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social, Waldenice Domingos, no ato também representando o governador Confúcio Moura ; o secretário municipal de Assistência Social, Solano Ferreira, no ato representando o prefeito Mauro Nazif; o coordenador municipal de Politicas Públicas para a Juventude, Bruno Eduardo; a presidente do Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente – CMDCA, Marinete da Silva; a coordenadora da Rede Municipal de Enfrentamento à Exploração Sexual da Criança e do Adolescente, Denise Campos; o promotor da Infância e da Juventude, Dr. Marcos Tessila; o secretário municipal de Assistência Social de Candeias do Jamari, Daniel Oliveira e a secretária municipal de Assistência Social de Guajará Mirim, Ester Maria Lopes.

Marinete Conceição da Silva disse que o CMDCA está com uma equipe montada, preparada e que os conselheiros estão 24 horas ligados trabalhando na campanha. Denise Campos disse que a campanha a cada ano vai se aperfeiçoando mais e mais e nesse ano se fará presentes em todos os cantos possíveis onde estão sendo realizadas festas carnavalescas levando a conscientização sobre a necessidade de denunciar qualquer violência contra a criança ou o adolescente. “O poder público tem essa missão de conscientizar a população de Porto Velho em relação ao enfrentamento à violência a criança e ao adolescente. Nessa luta pode contar conosco”, disse Bruno Eduardo, o coordenador municipal de Politicas Públicas para a Juventude.

O promotor da Infância e da Juventude, Dr. Marcos Tessila salientou que quem trabalha com infância e adolescência tem que pensar em intersetorialidade e destacou que o grande desafio no dia a dia desse trabalho está em conceber parcerias estratégicas. “O nosso parceiro está no poder público e fora do poder público também. Esse trabalho tem que ser diário de prospecção de novos campos, de novos nichos para que possamos fazer essa ligação e realmente construir essa intersetorialidade. Esse é o nosso desafio”, disse Marcos Tessila.

O secretário municipal de Assistência Social, Solano Ferreira disse estar muito satisfeito em ver um número tão grande de representantes de instituições e entidades com a finalidade comum de defender e de proteger a criança e o adolescente. “Quando nós unificamos as ações nós propagamos mais e damos mais força àquilo que sozinho não alcançaríamos. É muito importante a formação da rede, muito importante manter essa unidade e fazer que todas essas ações, dentro de um só fluxo, alcance nossos objetivos”, observou Solano.

A secretária Valdenice Domingos, titular da Seas, explicou que essa ação mostra que o governo estadual não assiste de longe o problema. “A prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes é um dos maiores e mais urgentes desafios a serem vencidos por nossa sociedade”, afirmou.

Os coordenadores da campanha destacam o Disque 100 como o principal canal do governo para o recebimento de denúncias sobre violações de direitos humanos. O serviço funciona 24h por dia, inclusive nos finais de semana e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil, gratuitamente, de qualquer terminal telefônico, fixo ou móvel. E as denúncias podem ser anônimas, pois o sigilo das informações é garantido, quando solicitado. 


Fonte: Rondoniagora.
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: