Nova Mamoré

[Nova Mamoré][list]

Geral

[Geral][bsummary]

Últimas Notícias

[recentposts]

Outras Notícias

[randomposts]

Publicações Legais

[AP][twocolumns]
Navegação
Publicado em 23 de fevereiro de 2016

Coluna Almanaque - À FERRO E FOGO

Coluna Almanaque - À FERRO E FOGO - Por Fábio Marques.
Por Fábio Marques
Segundo o manual de Maquiavel, os fins justificam os meios. A julgar pelas notícias que estão correndo cidade afora, o empresário Antônio Bento deve mesmo aparecer como nome de peso para disputar as eleições para prefeito pelo PMDB em 2016.
Com a filiação de Antônio Bento, outros virtuais candidatos com história, passado e cacife na legenda vão ter que se rebolar para derrota-lo numa eventual convenção do partido, haja vista o poderio de barganha do empresário. Com o circo armado, já começa também a ocorrer no partido uma espécie de boicote a possíveis nomes de renome.
É sabido que a candidatura de Antônio Bento vem sofrendo restrições no PMDB desde que se ventilou a notícia de sua filiação. Portanto, o partido não deverá sair unido para a campanha. A única saída viável seria se houvesse uma contenda interna para que a cúpula do partido pudesse escolher entre seus quadros um nome à altura para concorrer à vice do empresário numa chapa puro-sangue. Está restando apenas saber se estas pessoas vão querer encarar esta sinuca-de-bico.
##########

Mas, como dizia Nicolau Maquiavel: o poder político está acima dos valores ético e morais e todo político dever agir com desfaçatez, cinismo e mentiras. Afinal, os fins justificam os meios.
##########

Pesando contra a candidatura de Antônio Bento, afora a intriga interna que está tomando conta das vísceras do PMDB, apenas uma antiga pendenga com o tribunal que regula as eleições e o estigma que carrega perante parcela da opinião pública, por conta de seu passado de subversão social, que até hoje é motivo de assunto nas rodas de conversa.
##########

Hoje em dia pode-se dizer que Guajará-Mirim está necessitada de urgências urgentíssimas . Quem sabe quando o quadro da sucessão começar a se definir, as coisas possam melhorar, mas pelo andar da carroça... Hoje o cidadão guajaramirense está sentindo na pele que nada funciona nesta cidade. A situação está calamitosa. Estamos indo para o abismo. Querem exemplos desta fétida guerra de esgoto? A gente entra em qualquer repartição pública e não encontra ninguém capaz de resolver nossos problemas; as obras nunca ficam prontas, ou porque o Governo Federal não libera as verbas ou porque não existe interesse em tocar as obras ou ainda porque há inoperância por parte do setor gerencial, embutido aí secretários, engenheiros ociosos e lambe-botas; no quesito segurança, a gente vê um policiamento ostensivo nas ruas, mas nada impede que os assaltos e roubos a residências continuem a ocorrer do mesmo jeito; as ruas estão esburacadas, as calçadas tomadas pelo mato, as escolas sem condições de funcionar e os professores sem receber seus salários.
##########

Por outro lado, a cultura do não empreendedorismo, a procura pela falsa segurança do emprego público, políticos sem preparo para a política, inoperantes e corruptos, são os problemas que mais contribuem para o atraso de Guajará-Mirim. É preciso um projeto de mudanças que ao menos assegurem uma nova percepção da cidade à nível regional. A começar por esta proposta, as mudanças que vão implicar nas melhorias da qualidade de vida da cidade e nas condições de vida de seus cidadãos, irão ocorrer de forma natural.

Apoio: Churrascaria e Hotel Quinzão
            Laboratório Laden. 
Enviar

O Mamoré

Themelet provides the best in market today. We work hard to make the clean, modern and SEO friendly blogger templates.

Comentários: